Escolha uma Página
Após a morte do piloto Anderson Amaro Fernandes (foto ao lado) na tarde desta sexta-feira, em Lages, na Serra catarinense, a Aeronáutica decidiu suspender a Esquadrilha da Fumaça por tempo indeterminado. A informação partiu de um militar integrante do Centro de Comunicação Social da instituição.
O corpo de Anderson Amaro Fernandes foi levado de Lages para Pirassununga à 1h30min em um avião Bandeirante. A cidade no interior de São Paulo é sede da Esquadrilha da Fumaça. Lá, estarão a mulher e a filha estarão esperando pelo piloto para iniciar o velório, que deve iniciar por volta das 7h deste sábado. De Pirassununga, o corpo partirá para Fortaleza, cidade natal dos pais do piloto, onde será enterrado.

Na noite desta sexta-feira, investigadores do Centro Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes (CNIPA) chegaram a Lages para iniciar as investigações sobre o acidente. O prazo para esclarecimentos é de 30 dias. Como há muitos vídeos na internet e em posse dos espectadores do evento no Aeroclube de Lages, estas imagens ajudarão os peritos e constarão nos autos. Leia mais.

ZERO HORA

Skip to content