Escolha uma Página
O domador de cavalos Fagner Gonçalves foi condenado ontem em Campo Grande a 17 anos de prisão pela morte do cabo do Exército  Leonardo Sales Silva.
Gonçalves arrastou o Cabo Leonardo por 15 km, na madrugada de 7 de junho de 2008, qapós atropelar o militar, que ficou enroscado num dos eixos do caminhão que dirigia..
Mesmo alertado por pessoas que viram o acidente, Gonçalves seguiu com o veículo por 15 km, 5,9 km dos quais já sabendo por meio uma ligação telefônica que o rapaz era arrastado. O domador se apresentou após o crime e ficou preso por um ano e três meses, até que conquistou a liberdade no TJ-MS.
No percurso dos 15 km, o caminhão foi seguido por vários carros, um deles conduzido pelo irmão de Fagner, que o telefonou e o avisou que o cabo do Exército era arrastado pelo carro. Ainda assim, segundo versão do domador de cavalos, ele não quis parar por acreditar que era seguido.Sua carteira de habilitação estava vencida e não o credenciava para conduzir um caminhão. 
Apesar da condenação, Gonçalves aguardará a solução de recurso em liberdade.

Skip to content