Escolha uma Página
Exército inspeciona área para batalhão de infantaria em Sinop
Uma comitiva formada por membros do Exército esteve em Sinop nesta quinta-feira à tarde para vistoriar a área às margens da BR-163, sentido Cuiabá, onde deverá ser implantado o batalhão de infantaria motorizado – o primeiro cuja localização estaria fora do eixo Cuiabá. No ano passado, a organização militar já havia confirmado o interesse pela maior cidade do Nortão.
De acordo com com o general do Exército e comandante do CMO (Comando Militar do Oeste), em Campo Grande (MS), Renato Ferrarezi, as negociações são mantidas no sentido de viabilizar recursos para o empreendimento ao qual estariam vinculados, em caráter inicial, 300 militares. 
“A possibilidade de que haja a construção desse batalhão é quase uma certeza e ações iniciais já estão em andamento e acontecerão gradativamente, conforme forem sendo destinados os recursos. Esse será o papel dos deputados, senadores e governador para realizar essa concretização”, disse Ferrarezi, em entrevista ao Só Notícias.
Embora não precise prazos, o Exército presume ser necessário aproximadamente cinco anos para construir toda a unidade. Os recursos destinados à obra – valor ainda desconhecido – será proveniente do Governo Federal, por meio do Ministério da Defesa
Durante a vistoria, Ferrarezi lembrou que diferentes aspectos devem ser observados na região para garantir o batalhão de infantaria. O primeiro consiste em avaliar o espaço oferecido pelo Poder Executivo, isto é, em torno de 50 hectares, as facilidades e dificuldades de deslocamento, distância em relação às demais do Estado, condições políticas, bem como outros. 
De acordo com prefeito em exercício, Aumeri Bampi, o município irá trabalhar para garantir a área e também para a vila militar. Conforme ele, Estado e município devem gerir politicamente a iniciativa, ou seja, dando condições para o Exército descentralizar suas atividades para a região Norte.
Skip to content