Escolha uma Página


 A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou ontem (7) o treinamento dos militares das Forças Armadas que integrarão as equipes da Operação Impacto 3 de Combate à Dengue. Divididos em duas turmas, os cerca de 200 militares da Marinha, Exército e Força Aérea, receberão treinamento nos auditórios da Semsa e do Comando Militar da Amazônia.

A operação será lançada na próxima segunda-feira (11) às 9h no Parque Municipal do Idoso e o treinamento dos militares prossegue durante esta sexta-feira (8).
De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, participam da capacitação, 130 militares do Exército, 40 da Marinha e 40 da Aeronáutica. Segundo o secretário a parceria com as Forças Armadas garante o sucesso das ações de combate à Dengue e principalmente na redução no número de casos.
Os militares serão preparados para combater o mosquito transmissor da dengue, o aedes aegypt, na fase 1, quando o vetor está na forma de larva. O combate ao morquito na fase 2, será feito com a aplicação de inseticida através de pulverizadores a jato.
Os militares também serão treinados para preencher um formulário específico, que ajuda a coletar informações sobre as áreas de risco de cada residência visitada. O formulário é pré-requisito para expedir a ficha de notificação, documento para comprovar que o imóvel foi fiscalizado.
Além dos militares, 164 agentes de endemias e aproximadamente, Mil e 400 agentes comunitários de saúde irão a campo durante a Operação Impacto 3 contra o dengue e contarão com o apoio dos profissionais da Fundação de Vigilância e Saúde (FVS) e Corpo de Bombeiros. (FM)
Skip to content