Escolha uma Página

Faço breve, porém entusiasmado, elogio ao sistema democrático do Iran:

– O povo tem seus votos computados nas eleições (desde que vote no candidato da situação);
– O povo pode expressar sua opinião sobre o governo (desde que seja a favor);
– O povo manifesta livremente sua orientação sexual (mas esse direito não é utilizado, já que, como afirmou o próprio Ahmadinejad, o Iran não tem cidadãos gays).

Grande abraço e viva a democracia Iraniana!

*A charge acima é uma expressão gráfica do meu asco pela prisão do cartunista iraniano Hadi Heidari, em 23 de outubro, por um regime teocentrista que se pretende vender ao mundo como democrático.
A CARICATURA (TONI D’AGOSTINHO)

Skip to content