Escolha uma Página
Cada pessoa expressa seus sentimentos como acha conveniente. O ex-soldado inglês Shaun Clark, por exemplo, é uma prova disso. O veterano tinha prometido tatuar em seu corpo, os nomes de todos os soldados mortos na guerra contra a Al-Qaeda, como uma forma de honrar seus sacrifícios. E assim o fez.
Inicialmente, sem apoio da família, o ex-combatente, de 43 anos, passou mais de quatro horas na cadeira de um tatuador, até ter os 232 nomes gravados em seu peito e costas.
Skip to content