Escolha uma Página
(a manchete é minha)
Isabel Braga
O comandante Juarez Alves Junior, assessor de planejamento de pessoal da Diretora Geral de pessoal da Marinha, justificou nesta quarta-feira a necessidade de contratação de 21.507 militares prevista em projeto enviado ao Congresso Nacional. Ele explicou que o último grande aumento de efetivo foi feito em 1974 e que, de lá para cá, houve apenas um aumento de 8,6% nas vagas. E, no mesmo período, as atribuições da Marinha cresceram muito.
Segundo o comandante, a ocupação das vagas será gradual, porque os que ingressam na Marinha sobem de posto dentro de uma carreira. O projeto oferece 3,5 mil vagas de oficiais (para quem já tem nível superior) e 18 mil vagas para praças (nível médio), que ingressam e têm que cursar quatro anos na Escola Naval. Por ano, a média de ocupação prevista é de 175 oficiais e 900 praças. Leia mais.

O GLOBO

Skip to content