Escolha uma Página

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, adiantou nesta segunda-feira, durante solenidade de promoção de oficiais generais, da qual participou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nesta semana, possivelmente na sexta-feira, apresentará uma proposta para mudanças na Defesa. Ele explicou o motivo das alterações:
– Elas têm como paradigma único a evolução da doutrina de ações combinadas para de ações conjuntas – disse o ministro.
De acordo com Jobim, as mudanças deverão abranger quatro propostas: alteração na estrutura militar de guerra, que, segundo Jobim, está intocada desde 1980; alterações na organização, no preparo e emprego das Forças Armadas; alterações na estrutura do Ministério da Defesa e alterações na articulação e equipamento das Forças Armadas.
– Essas propostas estão implicadas no desenvolvimento nacional. O Brasil, finalmente, terá as Forças Armadas que almeja e que necessita e que se impõe pelo novo quadro e a nova presença do Brasil no mundo.
O GLOBO

Skip to content