Escolha uma Página
Workshop Revisão das fronteiras entre civis e militares
Segurança e Desenvolvimento em Operações de Paz e Situações de Pós-Conflito
Nos dias 3 e 4 de agosto, o Viva Rio realizará o workshop “Revisão das fronteiras entre civis e militares: segurança e desenvolvimento em operações de paz e em situações de pós-conflito”. Baseado em experiências recentes no Haiti e no Afeganistão, o evento reunirá especialistas de todo o mundo a fim de compartilhar saberes e propor melhorias para governos e agências da ONU envolvidos neste tipo de contexto.
Durante os dois dias do evento, representantes da ONU, dos governos brasileiro, canadense, britânico, holandês e da União Europeia (UE), bem como oficiais militares e policiais, pesquisadores e funcionários de organizações não-governamentais apresentarão propostas de “ação integrada”, isto é, cooperação entre civis (incluídos os policiais) e militares, como maneira de promover melhorias nas operações de paz e nas missões em situações de pós-conflito.
A ideia que norteará o debate é a de que reestruturar cidades e países em situação de pós-conflito, consolidando um ambiente pacífico sustentável que evite a recorrência de conflitos armados, deve ser um trabalho conjunto que privilegie a comunicação, a integração, a cooperação e o compromisso de compartilhar responsabilidades entre os principais atores envolvidos em tais missões.
Dentre os resultados concretos do workshop, pretende-se elaborar uma cartilha com recomendações para a melhoria da cooperação entre civis e militares nas intervenções em situações de pós-conflito e nas operações de paz da ONU, além da compilação dos trabalhos apresentados durante o evento.
A abertura do evento acontecerá às 9h do dia 3 de agosto, com a participação do diretor-executivo do Viva Rio, Rubem César Fernandes, do representante do Centro de Informações das Nações Unidas (UNIC-Rio), Giancarlo Summa, e da vice-coordenadora de Operações de Paz do Viva Rio, Eduarda Hamann.
Às 11h, os palestrantes da primeira mesa, que abordará o tema “Cooperação entre Civis e Militares no Haiti”, concederão uma entrevista coletiva. São eles: Luiz Carlos da Costa, Vice-Representante Especial do Secretário-Geral da ONU; General Santos Cruz, ex-Comandante das Forças da MINUSTAH; Ministro Carlos Duarte, do Departamento de Organizações Internacionais do Ministério das Relações Exteriores; e Rubem César Fernandes, diretor executivo do Viva Rio. Veja programação completa em anexo.
Rubem César apresentará o programa “Honra e Respeito por Bel Air”, implementado no Haiti, país mais pobre das Américas, que possui um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo.
Em 2004, o Viva Rio prestou consultoria ao programa de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) da missão das Nações Unidas no Haiti. A partir de 2007, através do programa “Honra e Respeito por Bel Air”, começou a implementar projetos que visam à reabilitação urbana e priorizam a segurança, o desenvolvimento e os direitos humanos da população local.
Desde o início da atuação no país, o Viva Rio se preocupou em desenvolver uma boa relação com diferentes atores sociais, entre eles a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), os líderes das comunidades locais e as tropas do exército brasileiro, contando com o apoio também dos Governos da Noruega e do Canadá e do Open Society Institute, em todas as suas ações.

Skip to content