Escolha uma Página

O diretor da Agência Brasileira de Inteligência, Wilson Trezza, admitiu hoje na Rússia a possibilidade de um atentado no voo 447 da Air France, que fazia a rota Rio-Paris em 31 de maio e caiu no oceano Atlântico, matando 228 pessoas. Trezza, que participa de uma conferência de diretores de serviços secretos em Irkoutsk, adiantou à agência de notícias russa Ria Novosti que a Abin “analisa minuciosamente as circunstâncias do acidente com o Airbus, estamos verificamos todas as hipóteses, especialmente a de ataque terrorista”. Mas ressaltou que “ainda não temos elementos para confirmar”. O site da revista francesa L”Express noticiou que o serviço secreto francês investigava dois passageiros conhecidos pelas conexões com o terrorismo islâmico, mas a hipótese foi descartada – eram homônimos.claudiohumberto.com.br

Skip to content