Escolha uma Página

O que começou como uma solução temporária para acelerar as obras de infraestrutura tem se transformado na principal arma do Governo federal para concluir os projetos. Nos últimos três anos, a transferência de obras para o Exército cresceu cerca de 900% e elevou o faturamento anual de R$ 40 milhões para mais de R$ 400 milhões. A demanda tem sido tão forte que, em alguns casos, o serviço precisa ser terceirizado por falta de mão de obra. A expansão da carteira de projetos, que beira os R$ 2 bilhões, tem causado inveja até mesmo às grandes construtoras, que torcem o nariz e contestam o avanço do Exército no setor. Em média, o custo dos projetos do Exércio é 18% menor. Às vezes, 40% mais barato. Além disso, as obras são feitas de acordo com exigências militares de resistência e rusticidade. (informações do Estadão)
CORREIO DO ESTADO (MS)

NOTÍCIAS RELACIONADAS
EMPACOU O PAC? CHAMA O EXÉRCITO! EXÉRCITO FARÁ O PROJETO EXECUTIVO DO AEROPORTO DE VITÓRIA
EXÉRCITO DEVE ASSUMIR PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO DE VITÓRIA
EMPACOU O PAC? CHAMA O EXÉRCITO!

Skip to content