Escolha uma Página

SÃO LUÍS – Cerca de 20 médicos do Exército, Marinha e Aeronáutica deslocaram-se para a região das enchentes no Maranhão. Eles chegaram durante o fim de semana na capital e vão auxiliar no combate a doenças nas regiões alagadas.- O momento agora, embora as águas comecem a baixar, é perigoso por causa das doenças relacionadas às enchentes. É fundamental o acompanhamento médico intensivo – disse o representante do governo maranhense no Distrito Federal.Os rios Mearim e Itapecuru, os mais atingidos pelas enchentes, começam lentamente a voltar aos níveis normais, o que faz com que as ruas comecem a desalagar. Neste momento, surgem as doenças oportunistas, sobretudo as ligadas às enchentes, como Leptospirose e Dengue.A assistência médica está sendo feita nos municípios. Apenas os casos considerados gravíssimos serão encaminhados para os hospitais de São Luís.PORTAL AMAZONIA.COM

Skip to content