CGU fará estudo sobre impacto orçamentário das aposentadorias das Forças Armadas

PROTEÇÃO SOCIAL MILITAR - DEFESA

 

Governo quer cortar previdência dos militares; Lula deve ser contra
Vinícius Nunes
Parte do governo Lula (PT) bate cabeça para enviar ao Congresso Nacional um pacote de corte de gastos para o Orçamento de 2025. Indicado pela ministra do Planejamento, Simone Tebet, um reajuste na previdência dos militares pode ter o presidente como o principal adversário.

Isso porque o petista não quer criar indisposição com as Forças Armadas em um momento em que a relação entre governo e caserna está “pacificada”. Segundo avaliação de interlocutores do Palácio do Planalto, esse é o melhor momento entre militares e civis desde o 8 de Janeiro.

Mesmo assim, a CGU (Controladoria-Geral da União) deve conduzir um relatório sobre o plano de aposentadoria dos militares, a pedido do Ministério do Planejamento. A pasta deve examinar dois determinados aspectos:

Em contrapartida, os militares já foram avisados pelo ministro da Defesa, José Múcio, que devem elaborar uma resposta à investida de parte do governo contra a aposentadoria das Forças Armadas. Os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica devem produzir um relatório sobre os benefícios da previdência, conforme a Folha de S.Paulo antecipou.

A ideia é que a Defesa tenha um planejamento de corte mais simpático aos militares. Ao ter uma proposta de menor impacto, as Forças Armadas estariam protegidas de qualquer reajuste mais “agressivo”.

METRÓPOLES – Edição: Montedo.com

20 respostas

  1. Pode apresentar qualquer argumento. A outra parte não está disposta à ouvir. Já está tudo desenhado. Vem bomba aí. Não brigam por melhorias? Agora terão que engolir mais essa demanda de prejuízo. Estão enfraquecendo as FAAA dia à dia. Parace até uma estratégia. Será?!

      1. Sten com CHQAO. Nós pagamos para o governo federal, um seguro descontado em folha em que está previsto em lei. e pelo que eu sei lei é para ser respeitada. Pergunto a você que é inteligente se você pagar um seguro você concordaria que a seguradora não te pagasse ou passasse a mão no teu seguro? você não tem raciocínio lógico.

          1. Vamos lá: Legislação sobre Sistema de Proteção Social dos Militares só pode ser alterada por LEI ou MP com prazo para ir ao plenário da Câmara. Nós militares não possuímos previdência, temos um Sistema de Proteção Social custeado Pelos com recursos descontados de nossos vencimentos, inclusive as pensionistas, tudo recolhido ao Tesouro Nacional. Na

      2. Também acho retardado, entretanto, deve devolver o valor que paguei e pago a mais de 50 anos, Para Q Minhas Filhas Tenham Esse Direito, tudo com juros e as devidas correções monetárias, mais multa por quebra de acordo regulamentar obrigatório e indenização de danos morais por ter pago uma pensão cortada unilateral, ter criado uma expectativa e impedir a família de buscar outros meios durante anos, olha que não é pouco, se eu viver mais dez anos, compensa eu ser indenizado desta forma, com toda certeza elas ficarão, melhor, com um bom dinheiro em mãos, afinal não sabe quantos anos vão ficar recebendo. caso contrário, elas vão receber sim, fica de conversa fiada em grupo ostensivo sem saber o que se trata.

      3. Sr STen com CHQAO. Discordo. para diminuir gastos com o Sistema de Proteção social dos Militares é obrigatório:

        1º) Diminuir, urgentemente, o efetivo de militares de carreira;
        2º) Aumentar o efetivo de militares temporários e;
        3º Aumentar o efetivo de PTTC. EsMB 1995!!!

    1. viram na última parte “a ideia é que as Forças armadas concordem”. se concordar abre a brecha. acabamos de ter uma previdência recente que já causou um estrago nas Forças Armadas e querem que as forças armadas concordem com uma segunda e depois terceira até acabar com as forças armadas se ninguém fizer nada.

  2. e quem se aposentou no regime antigo? da Lei de 2019? como fica? muda para todos da reserva, ou só para Quem estiver na Ativa e se aposentar?

  3. Preparem que aí vem bomba, país que não tem economia é isso, viva o PT no poder.
    Uma vez tínhamos Paulo Guedes…agora ferrou

  4. Então não existe o famoso direito adquirido…. Eu creio que isso e Cortina de fumaça para não dar nada pois ele já deu reajuste a todas as Categorias… E os SEVERINOS estão sem reajuste desde o ano de 2016 as baixas graduação…. A TEBET a sua mãe ganha pensão de 37 Mil reais do seu marido falecido que foi Governador por apenas 10 meses…. Se for cortar direito adquirido tem que ressarcirem desde o ano de 2001 corrigidos… Creio que os jovens não vão querer seguir Carreira militares mais desse jeito tem melhores Profissão! E sem contar que não temos auxílio noturno adicional de periculosidade e nem recebemos FGTS, não podemos fazer Greve e exclusivo 24 horas…. E outra coisa o RGPS o INSS os Civis param de descontar a Previdência já os Militares pagam até morrer…. Esses pessoas precisam ser inteirar mais da Vida Militar… Se orientem!

  5. “CGU fará estudo sobre impacto orçamentário das aposentadorias das Forças Armadas
    Governo quer cortar previdência dos militares; Lula deve ser contra
    Vinícius Nunes
    Parte do governo Lula (PT) bate cabeça para enviar ao Congresso Nacional um pacote de corte de gastos para o Orçamento de 2025. Indicado pela ministra do Planejamento, Simone Tebet, um reajuste na previdência dos militares pode ter o presidente como o principal adversário.”
    E governo, entende-se poder executivo? Quem seria o chefe?
    Os ministros de estado e ministroa da CGU, AGU não seriam indicados pelo chefe do executivo?
    então que parte do governo quer e chefe não? seria isso governo ou desgoverno?
    Com todo respeito: isso que está descrito pelo autor, mais parece um “balaio de gatos” onde miam, se arranham e não conseguem chegar a um consenso, mas todos tem razão.
    E a vontade do Povo onde está? creio que alguém já profetizou “o povo é um mero detalhe (votos)”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo