O lendário “66” e a mística paraquedista

66 Romualdo

25 respostas

  1. Nome para isso tudo: “Eterno Embuste”. Muito fácil “pagar” com 1 instrutor por vez, tendo uns 20 para se revesar, subindo no tablado e vociferar o mais puro “Embuste”… Tem instrutor com cara de quem faz malhação diariamente Academia…

  2. Se colocar um saco de cimento nas costas para trabalhar de pedreiro 5 min desmaia!
    Esse é igual PM l, gosta de filmes de Hollywood mas na prática vive dentro de vtr com ar condicionado.

    1. Tudo isso pra usar arma desmuniciada na formatura.
      Ai ven o PF e os boot marrom comandos brabao desmaia ahahahahah

      Esses cursos sao td fake news. 0 acao real

  3. O exército precisa readequar sua instrução à realidade do serviço militar obrigatório. Instrutores fisicamente preparados, mas intelectualmente defasados e financeiramente desmotivados sustentam essa cultura do embuste que tantas vidas tem ceifado no serviço militar obrigatório.

    Nesse caso particular, no terreno, esses militares egressos do ambiente de instrução paraquedista são os mais refratários ao cumprimento de regras mínimas de gestão pública, direitos humanos, hierarquia e disciplina.

    Se colocarem esses instrutores diante de uma tropa de recrutas com condição social privilegiada (econômica e educacional), a mística paraquedista é reduzida a 20 %. São excelentes marombeiros e só.

    1. Sao apenas manicacas, medalhas e breves de plastico.
      Um mais rolha que o outro.
      Os caras tem medo de portar uma arma.
      É como alegoria de carnaval

  4. A Brigada do 66 não existe mais.
    Hoje, só formaturas para comissões estrangeiras cheia de penduricalhos pendurados nos uniformes novinhos, todos bem engomadinhos loucos por pontos para Promoção.
    Só, apenas isso, nada mais.
    Meia dúzia de Operações por ano bem ensaiadas só pra cumprir objetivos sem qualquer finalidade prática.
    Inapto para qualquer eficácia nos conflitos atuais.
    Qualquer coisa longe disto é puro embuste, mentira.
    Basta ver os escândalos envolvendo Paraquedistas e FE que desmaiaram e cometeram ilícitos no governo Bolsonaro.
    Contra fatos não há argumentos.

  5. Sou Sgt QE e Pqdt de 69/2, na minha época o bicho pegava, e pegava muito, kkk, conheço o 66, Militar reformado é muito vibrador, aqui vai meu parabens para vc 66, continua assim, com essa vibração, mas nossos vencimentos cada vez mais defasado deixa a Familia Militar preocupada , o Militar tem que ser mais valorizadas, principalmente praças, .Brasil Acima de Tudo

  6. Momentos de pura vibração e exigência física. Lindo de se ver. “Um corpo que não vibra é um esqueleto que se arrasta”. Parabéns ao Lendário 66 e toda a Brigada. Se estão prontos para o combate real? Não sei, quem saberá? O que sei é que é este Exército que aprendi a amar, apesar dos vencimentos baixos, pouco incentivo profissional e poucos exemplos para seguir. Que o Todo-Poderoso nos abençoe a todos, combatentes do nosso Exército Brasileiro.

    1. Continua assim que tu sai qao.
      Mas por enquanto é inutil.
      Guarde isso pra quando for ST
      Por enquanto pode falar a verdade.

      Sobre o exercito estar preoarado para a guerra, fiz o TIB dos recrutas aqui eles deram 20 disparos, mas a formatura e a faxina a rodoooo

      Então vc nao sabe mas eu sei.
      Ainda bem que temos pavor de guerra.
      Pavor de arma
      Pavor de morteiro.

      Negocio é formatura cheio de broches na farda igual meu filho escoteiro (ganhou um mes passado por aprender a dar nós)

  7. Eu achei engraçado acima, um faz um comentário e outro diz: “vai dormir pé preto” kkkk. Agora segue o meu comentário. Minha gente, passei 30 anos lá dentro, estou a 18 anos na reserva. deixem de serem bobinhos e inocentes. Quando todos vocês forem para a reserva remunerada, vão perceber que tudo isso acima, não vale nada, mas nada mesmo. Cursos, condecorações, diplomas, etc. O que vale mesmo é saber ganhar algum trocado aqui fora, pois o nosso salário é uma miséria, uma vergonha. Vou dar um “GRANDE BIZÚ”. Assim que entrarem na reserva, vão comprar terra e construir e alugar. nunca irão se arrepender. Hoje estou rindo a toa, meu apurado ultrapassou os 56 mil. (Mensais). Dei a grande dica. Praça geralmente tem muita competência e vai saber ganhar a vida aqui fora. Deus ilumine a mente dos Senhores – Obrigado

    1. Não adianta Sudão!!! Já Já vem um e responde o comentário do Sr com: Vai dormir pé preto! Kkkk o que vale é vibração!!!kkk 56 mil? Pra que? Eu amo o EB, amo os meus Oficiais! Kkkkk

      Não adianta jogar pérola aos porcos! Um dia na reserva entenderão que Manicaca de plástico, estágios, essas habilitações do EB não valem de nada aqui fora, não pagam contas. Aqui fora a missão é real.

  8. Bom dia. Também estou na Reserva há uns 4 anos. Como alguns senhores comentaram, realmente as manicacas, brevês, cursos, estágios e embustes não valem “quase nada” na Reserva, mas pensem um pouco: no momento em que estas coisas acontecem e são vivenciadas, os treinamentos, os cursos e estágios, corridões, Pelopes, Suopes, Apronal, TFM…etc, tudo isto tem grande valor, pois é vivido intensamente, com ou sem pressão, é vida, energia, robustês, embustes. Olha companheiros, hoje mais maduro, entendo tudo isto, mas não teria sido feliz no EB sem todas estas “bobagens” da juventude. Meu sentimento: gratidão a Deus por tudo o que vivi no EB.

    1. Você te razão em parte porque viveu enebriado no mundo da fantasia da operacionalidade nunca realmente testada nesses seus trinta anos. Pode eventualmente ter participado de uma missão de paz no exterior, mas nem isso é considerado o efetivo emprego da força em um confronto real no qual o pais esteja engajado no esforço de guerra.

      O último grande evento bélico em que o país se envolveu foi a 2ª Guerra Mundial, de lá para cá é tudo embuste, formatura e performar para promoção, sem irritar o chefe, isso mesmo, o chefe, porque Há anos não temos comandantes.

      No mais é essa narrativa de devolver o comentário com a falácia de chamar o oponente de pé preto. O exército brasileiro não está preparado para conversa de adulto.

  9. Parabéns. Ainda bem que existem. Vão primeiros, correto? mais não vale desmaiar, viu!
    Vale lembra: ST Ladeira/92. Um dos mais preparados que conheci na ocasião. Tinha a maioria dos cursos operacionais, se não todos. Milico de grande Caráter. Foi assinado em Manaus, deixando seu legado. Que DEUS o conforte.

    Viva os paraquedistas, FE’s, Caveiras, mergulhadores e também os pés pretos, esses últimos vão depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo