Governo reajusta benefícios de servidores em até 51,9%

REAJUSTE

Os novos valores dos benefícios serão válidos a partir de maio deste ano, mas o pagamento será feito retroativamente em junho
Giovanna Estrela, Flávia Said
O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) assinou, nesta quinta-feira (25/4), o reajuste nos benefícios dos servidores públicos. Na lista estão auxílio-alimentação, auxílio-saúde e assistência pré-escolar. A portaria com as mudanças nos benefícios deve ser publicada até a próxima segunda-feira (29/4).

A assinatura ocorre dois dias após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) dizer que “daria o que pode” aos servidores.

O auxílio-alimentação dos servidores federais subiu de R$ 658 para R$ 1 mil (51,9%); o auxílio-saúde, de R$ 144 para R$ 215 (49,30%); e o auxílio-creche, de R$ 321 para R$ 484,90 (50,7%). Os recursos para bancar esses reajustes estão reservados no Orçamento de 2024.

Os novos valores dos benefícios serão válidos a partir de maio deste ano, mas o pagamento será feito retroativamente em junho, pois a folha de salários do próximo mês já foi fechada.

Isso significa que a parcela que não foi paga em maio será honrada em junho, junto à parcela daquele mês.

Aumento nos benefícios
A proposta do governo de reajustar os benefícios foi formalizada em 10 de abril, após discussões ocorridas no âmbito da Mesa Nacional de Negociação Permanente. O governo deu um prazo para as categorias discutirem em suas bases.

Após ampla aceitação, o governo convocou reunião para esta quinta, às 16h, na sede do Dnit, para assinatura do Termo de Compromisso da Campanha Salarial de 2024.

Servidores haviam demandado a equiparação dos valores pagos a funcionários públicos do Executivo com os do Legislativo e Judiciário. Para fins de comparação, o Legislativo paga R$ 1.331,59 em auxílio-alimentação, enquanto o Judiciário paga R$ 1.182,74.

O governo considera legítima a demanda por equiparação, mas frisa que a proposta de correção nos auxílios não tem precedentes.

“Nós estamos trabalhando na linha da equiparação. Como os Poderes são independentes, cada Poder consegue oferecer o seu próprio reajuste para esses benefícios”, disse o secretário de Gestão de Pessoas do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), José Celso Cardoso Jr., na última semana.

METRÓPOLES

37 respostas

  1. E os militares das Forças Armadas? Foram esquecidos mesmo? Já são 5 anos sem reajuste salarial. Pobre PRAÇAS das Forças Armadas.

    1. Pois é caro Anônimo, eu ponho essa culpa na conta do falso Messias. Ele prometia, eleição após eleição, resolver o nosso problema de salário, nos equiparando às demais carreiras de Estado. E, quando pôde, não só não cumpriu o que prometera como nos jogou (exceto os oficiais generais) no fundo do poço. Mas, a justiça dos homens há de chegar.

      1. Meu camarada,

        Falava que ia resolver, mas não disse de quem. Nesse caso fdddeeeeeuuuuuuuu os praças veios e pensionistas. É ferro nos veinhos…..uiiiiiiiiiiiiiii

  2. O Aumento no auxílio creche vai respingar nas FAA, já que é um benefício de todo poder executivo federal. 150 pratas , melhor do q nada kkk

  3. Se compara o salário líquido de um 3° Sgt em 2014 e de um 2° sgt com CAS em 2024, continua a mesma proporção, 4 salários mínimos
    A mesma comparação vale pra um asp de 2014, agora Cap

    1. Realidade muito triste!
      Mas olhando a situação do país como um todo , vemos coisas piores ainda: Aqui abriu concurso para guarda da prefeitura pagando 2 salários mínimos e surgiu uma fila de candidatos aprox 2 mil inscritos, alguns com nível superior e pós…..
      O que dizer de alguém com o ensino médio ganhando 4 salários, na visão de milhares de vigilantes patrimoniais no brasil vocês estão por cima da carne seca com esses sólidos e aposentadoria integral por volta de 50 anos.

      1. Esse ripo de comparação é complicado. Tem wue comoarar com iutris servidores federais, cujos pagamentos são vda mesma fonte. E nesse caso, estamos perdendo e muito, mesmo se comoarado a servidores com ensino médio. Mas eu sempre falo (e respeito Quem não concorda), onforte da carreira militar são boutras coisas, não o salário em si: “plano de saúde full”, PNR, transferências remuneradas, Aposentadoria integral e mais cedo, etc. Oessoal reclama muito, mas eu vejonos carros dos militares aqui na vila onde moro (Ajuricaba, Manaus) e me Espanto. Tem até Hilux seminova aqui. HRV, Creta, tá cheio…

        1. Ao invés de criticar seus colegas de farda, vc deveria fazer um curso avançado de português. Meu Deus, vc é quase um analfabeto funcional. Português sofrível.

          1. Vc é que é um analfabeto funcional, não Tendo Percebido que são erros de Digitação, pois celular que usei estava com Problema, seu ridículo. E outra; onde foi que eu critiquei colegas de farda? Tá sem argumento, fica calado, não vem bostejar aqui não.

        2. Nitidamente que os erros são de digitação, animal sem rabo. Ninguém troca “outras” por “boutras”. Vontade de dar pitaco e criticar aí é mato, hein

  4. Aqui no Rio de Janeiro 60% dos Praças ( só os lixões e indisciplinados , sem CHQAO, macacão sujo e copo De Cafe na mão ) votaram No Presidiário atrás De Aumento E Picanha … ficaram a ver navios kkkkk 🤣🤣🤣🤣

    1. Aí q vc se engana. Muitos aqui sabem q seu micto, além de ter sido um péssimo militar e um politiqueiro de última categoria – onde bota a mão vira ódio,é um aproveitador da fé acheia e da imagem da força.
      O rastaquera Queria ser um autocrata tupiniquim e nem isso conseguiu….Teve 4 anos de força e congresso na mão p/ aprovar qq situação e sairmos da lama …. e o q foi feito?

  5. Não são todos servidores que receberão todos os benefícios, o auxílio-saúde e o Auxílio-creche, são Para alguns e os servidores Aposentados não possuem nenhum desses benefícios.

    “O auxílio-alimentação dos servidores federais subiu de R$ 658 para R$ 1 mil (51,9%); o auxílio-saúde, de R$ 144 para R$ 215 (49,30%); e o auxílio-creche, de R$ 321 para R$ 484,90 (50,7%). Os recursos para bancar esses reajustes estão reservados no Orçamento de 2024.”

  6. 3.000 veteranos preparam documento nas arquibancadas do Maracanã .Para os apaixonados pelos QEs, mal amados, invejosos dos QEs, recalcados está dado a dica. Cuidam da vida de vocês e de suas famílias antes que dê um piripaque em vocês. Tem 2 projetos lá para de onde vir o dinheiro para com os QEs saírem Subtenentes. 1: petróleo. 2: Aumentar a alíquota do imposto de renda dos militares que ganham+. Está dado outra dica, se continuar desmerecer os QEs. Vão optar pela 2. O tempo é o senhor absoluto da razão

    1. E com certeza estavam alguns generais que não fizerem a EsPCEX. Também alguns que fizeram o concurso para serem praças e não oficial. De todos fizessem o concurso e quem sabe não ia sobrar vaga para vc. Pessoas mal amados, recalcados , egoístas é isso aí que se vê vivo no mundo da maravilha Onde só ele e outros foram fazer o concurso. Mas nada melhor que um dia após o outro. O tempo é o senhor absoluto da razão.

  7. sem reajuste, e com o leão do imposto de renda pegando até pensamento, com S2 fiscalizando quem vem de carro ou de onibus, estamos num mato , sem cachorro, mas olhando no geral tá bom , tá ótimo…

  8. É uma vergonha o salário dos praças das Forças Armadas, em 1989 eu ganhava 10 salários mínimo como Cabo, hj um pobre de um cabo ganha uma merreca de salário. Estamos há cinco anos sem reajuste salarial. Só quem recebeu reajuste em seus vencimentos foram os estrelados e gemados das Forças Armadas. Será que não tem um político que possa convocar os chefões das Forças Armadas para mostrar a realidade do salário dos praças?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo