Em aceno a militares, Lula diz que tem ‘carinho’ pelas Forças Armadas

O ministro da Defesa, José Múcio, o presidente Lula, o presidente francês Emmanuel Macron e o comandante da Marinha Marcos Sampaio Olsen lançam o submarino Tonelero ao mar — Foto: Reprodução — Foto: Hermes de Paula / Agência O Globo

Declaração foi dada durante o lançamento do submarino Tonelero, em Itaguaí (RJ), com participação do mandatário francês Emmanuel Macron
Julia Noia

Itaguaí (RJ) – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez novo aceno aos militares na manhã desta quarta-feira, durante o lançamento e batismo do submarino Tonelero em Itaguaí, na Costa Verde do Rio. Acompanhado do presidente da França, Emmanuel Macron, que cumpre agendas no Brasil nesta semana, o petista afirmou que tem “carinho” pelas forças armadas e defendeu que elas sejam “altamente qualicadas” como forma de “garantir a paz”.

— Esse carinho que temos com a Marinha, temos com a Força Aérea Brasileira e com o Exército Brasileiro, porque um país do tamanho do Brasil precisa ter forças armadas altamente qualificadas, altamente preparadas ao ponto de dar respostas e garantir a paz quando nosso país precisar — afirmou Lula.

Nas últimas semanas, Lula vem modulando as declarações sobre os eventos de 60 anos do golpe militar, data lembrada no próximo domingo, e fala em “virar a página”.

Animosidade contra processo democrático
O petista também defendeu a valorização das estratégias de defesa em face de “um processo de animosidade contra o processo democrático” no Brasil.

— Temos que nos preocupar com a nossa defesa, a defesa para quem quer paz. Temos que nos preocupar com a tranquilidade de 203 milhões de brasileiros. Existe um processo de animosidade contra o processo democrático nesse país e no planeta Terra — disse o presidente.

Além de Macron, estiveram ao lado de Lula os ministros Mauro Vieira (Relações Exteriores) e José Múcio Monteiro (Defesa), além do assessor-chefe da Assessoria Especial da Presidência, Celso Amorim, e do chefe da Marinha, o almirante Marcos Sampaio Olsen. O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), que acompanhou o evento ao lado do presidente francês. A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, foi escolhida para batizar o submarino, respeitando uma tradição da Marinha.

Ainda acompanharam o evento os ministros Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Nisia Trindade (Saúde) e o general Marcos Antônio Amaro (Gabinete de Segurança Institucional).

O Tonelero é o terceiro de quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica desenvolvidos no Brasil através do Prosub. Já foram lançados o “Riachuelo” e o “Humaitá”, que começou as atividades durante evento em janeiro também no Complexo Naval de Itaguaí. Uma quinta embarcação deve ser feita com propulsão nuclear.

Todas as unidades desenvolvidas serão batizadas em homenagem a batalhas vencidas pelo Brasil durante o século XIX. Durante a solenidade, Lula anunciou que a quarta e última embarcação movida a diesel-elétrica, a Angostuda, será lançada em 2025.

O GLOBO – Edição: Montedo.com

8 respostas

  1. Sempre o mesmo título da matéria “lula faz aceno” coisa mais ridícula isso, quero ver um aceno no meu contracheque. quem lê a matéria parece que a tropa se importa que as lorotas que esse bebum fala.

  2. Aceno, pQP
    Aceno para os generais que tem filhos empregados em estatais, em empresas que prestam serviços de “modernização” de equipamentos, diga- se sucatas. aqueles que
    vão ficar adidos no exterior ganhando em dólar, que vão conseguir uma boquinha numa estatal. Que tem mordomias infinitas dentro do quartel, regados a coquetéis e diárias comendo a rodo. Cada peido que dão, tem um puxa saco pra cheirar e limpar.
    A tropa, que é a verdadeira Força armada, tá no limbo, o chão de fábrica tá na penúria. Os boletos não eceitam acenos, eles vencem. Os filhos não aceitam palavras de aceno. O problema dos militares são os generais, que Vendem a imagem que a tropa vive no mesmo patamar deles, que tem as mesmas regalias deles. Instituição Falida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo