“Rússia não pode vencer!”, diz Macron sobre guerra na Ucrânia

Macron - Napoleão

Declarações feitas nesta quinta (14)  pelo presidente francês Emmanuel Macron foram as mais duras e contundentes contra a Rússia desde o início da invasão da Ucrânia.

Sem papas na língua, Macron foi direto ao ponto: “a Rússia não pode vencer”. O presidente francês atrelou a paz e a segurança dos franceses à derrota da Rússia na Ucrânia.

“Quem pode imaginar que a Rússia, que nunca respeitou um acordo nos últimos anos, irá parar na Ucrânia se vencer ali? Se a Rússia vencer, não haverá paz na Europa!”

Macron usou palavras duras e confrontou a realidade como ela é, a realidade de uma Rússia expansionista, que não respeita acordos internacionais e que espalhará a guerra pela Europa se sair vitoriosa na Ucrânia.

“Faremos de tudo para garantir que a Rússia não ganhe. Não há linhas vermelhas e nada pode ser descartado (incluindo o envio de tropas francesas).”

Hoje no Mundo Militar (X) – Edição: Montedo.com

4 respostas

  1. Agora sim! Assim como na 2ª guerra mundial tivemos um churchill para enfrentar a alemanha nazista! Estou gostando de ver as declaracoes do Mácron. E hora da França se redimir por ter aberto as pernas quando a alemanha comecou a colocar as asinhas de fora! A chance de colocar a Russia no lugar eles e agora! Tem que bater com Força!

  2. Assim como o Afeganistão é conhecido como “CEMITÉRIO DE IMPÉRIOS”, igualmente a Rússia é o “CEMITÉRIO DE EXÉRCITOS”, basta lembrar dos gloriosos exércitos franceses de Napoleão bonaparte e da Blitzkrieg alemã de Adolf Hitler. Ambos foram derrotados pela soberba de seus líderes e pelo General Inverno. Esse Macron é um falastrão. Deve ser ano político na França.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo