Saúde mental: Exército lança campanha de prevenção ao suicídio

Janeiro Branco

Janeiro Branco: vou me cuidar de janeiro a janeiroBrasília – O Sistema de Assistência Social do Exército lançou a campanha anual Janeiro Branco, vou me cuidar de janeiro a janeiro: mente sã em corpo são. Um Caderno de Orientações foi produzido para orientar as Seções de Assistência Social de quartéis em todo o Brasil sobre como abordar o tema da saúde mental junto a militares e civis. São orientações e sugestões práticas para chamar a atenção, informar e sensibilizar a Família Militar sobre o bem-estar mental e emocional. A consciência das condições mentais e da intervenção correta diante de problemas são fatores essenciais para o bem-estar de todos.

A Organização Mundial da Saúde define saúde mental como a capacidade de utilizar habilidades, lidar com o estresse, ser produtivo e contribuir com a comunidade. Entretanto, um bilhão de pessoas em todo o mundo enfrentaram transtornos mentais, como depressão, esquizofrenia, demência, autismo e transtorno bipolar. É significativo o impacto desses transtornos mentais à saúde humana e os seus desdobramentos sociais e econômicos.

Para enfrentar o problema, a Diretoria de Assistência ao Pessoal do Exército Brasileiro se engaja anualmente na Campanha Janeiro Branco, com o propósito de sensibilizar a população sobre a importância de cuidar da saúde mental. O Janeiro Branco é um convite à reflexão sobre a vida e o seu propósito, sobre a qualidade dos relacionamentos sociais e sobre o autoconhecimento emocional, cognitivo e comportamental.

A Campanha também busca desfazer estigmas e preconceitos associados às questões mentais, bem como tornar mais acessíveis os recursos para o cuidado psicológico. Em todo o Exército, busca-se promover um ambiente de acolhimento e compreensão daqueles que enfrentam desafios mentais e emocionais.

O mês de janeiro foi escolhido, pois é um momento oportuno para reflexões sobre os projetos de vida e avaliação dos resultados alcançados. Em janeiro há uma sensação de recomeço, quando as pessoas projetam novos sonhos e expectativas para o novo ciclo que se inicia.

Todo militar precisa estar atento às condições de saúde física, mental e emocional de seus companheiros e familiares. Por isso, é crucial agir quando perceber que alguém do seu convívio apresenta comportamentos autodepreciativos, como, mudanças repentinas de humor, perda de interesse em atividades rotineiras, dificuldades em cumprir obrigações, insônia ou alterações no apetite. Converse com a pessoa, tente compreender a situação e, sempre que necessário, busque ajuda profissional. Uma equipe da Seção de Assistência Social de sua Região Militar estará sempre pronta para ajudá-lo.

Leia o Caderno de Orientações

EB – Edição: Montedo.com

11 respostas

  1. Será que foi lançado de propósito? Será que foi lançado para os invejosos,mal amados, recalcados ciumentos, paixões platônicas pelos QEs?? Será que já estão prevendo no governo lula esse pessoal que vem criticar os QEs que vão serem promovidos a Subtenentes todos,será isso pelo amor de Deus tenham dó da vida e vida que segue,só cuidarem da sua família, já que os QEs não pertence para eles a família militar. Sim sei não fizerem o concurso. Perguntam as forças armadas porque quiserem amparar os soldados, cabos???? A palavra se chama isonomia.. Sim isonomia tem ter coisa parecida e os taifeiros não tem haver com os QEs???! Perai os taifeiros na condição de Cabo concorrem com os jurunas a promoção de QE isso? Então Exite isonomia. Vou definir as palavras, frases aqui. Caneta, isonomia. Você querendo ou não, no governo lula o pessoal vão Todos serem promovidos a Subtenentes com isonomia com os Taifeiros. Há vária maneiras de fazer isso. Pode serem promovidos, podem simplesmente colocar em um Canetaço isonomia com vencimento de subtenentes. Se por algum motivo não tiver a lei. Novamente a caneta ,pois leis se criam. Para uns nem desenhando uma caneta bic não vão entender e achar que eles tem razão que a lei e o próprio estatuto não ampara. Novamente a caneta bic resolve e sei que precisa do congresso e você acha que a direita vai votar a favor ou contra os QEs e o centrão??? A esquerda vai votar a favor seguindo seus líderes quando chegar por iniciativa do pode executivo o Inc que vai vir como um PL do executivo. Quem viver verá. Nada melhor que um dia após o outro. Criticar é algum que não entende de nada e se acha sabido pode. Diz um ditado críticar todo idiota pode ,mas fazer a diferença isso são poucos e os QEs estão fazendo a diferença correndo atrás. Quem cuida da vida dos outros esquece a sua. Em x de gastar energia com os QEs que já ganharam a causa porque não vão correr atrás de pnr para todos e eu até tenho um projeto como fazer isso e ser rápido, auxilio passagem igual para todos, auxílio pagagem igual a todos, auxílio fardamento igual a todos , mudando o interticio das promoções e olha quantas opções dei aí e vocês preocupado com os QEs??. Como dizia o saudoso Silvio Luiz . Pelo amor de Deus meus dos meus filhinhos isso até minha vó sabe. Deixam a paixão platônica pelos QEs e com todo respeito vão cuidar da vida de vocês. Se fala o que não deve ouve o que não quer simples assim. O tempo é o senhor absoluto da razão.

    1. Sabias palavras, que lutem pelos direito deles, tenho certeza que nenhum Qe irá remar contra , até porque o que acontece na carreira dessas pessoas que torcem contra em nada acrescenta na vida profissional do Qe. Lei distintas uma da outra, parabens a todos que são a favor pois são unidos e de bom coracão, isso É Ótimo para todos.

  2. Me desculpem a expressão, mas é de f*der. Ter que ver essas campanhas quando tem militar todo afogado em empréstimos para pagar as contas, sendo movimentado ex officio para uma cidade que a fila do PNR já chega a 4 anos, enquanto o camarada já tem um financiamento para pagar de algum imóvel que ele comprou recentemente.

    As FAA NUNCA, repito Nunca, se importaram com o militar e do modo que vamos Nunca vai se importar. É cada um por si parceiro e ainda Há quem diga que se estiver ruim vá para a iniciativa privada.

    Me desculpem, mas de f*der.

  3. Me desculpem em vez de vocês aí queimar suas energias com os QEs porque são contra e mal amados ,recalcados , invejosos deviam correr atrás de resolver sobre os Pnrs e se não pode que tal pedir uma ajuda aos QEs que muitos de vocês que criticam os ,mas foram recebidos de braços abertos na chegada da escola e por QE e mesmo assim vem muitos largar o seu veneno contra os que lutam pela suas famílias e não prejudica ninguém de carreira se os QEs saírem Subtenentes. Que tal pediram para os QEs falaram com os políticos e resolver o problema dos Pnrs. É simplesmente assim se coloca a disposição da união uma área para construir Pnrs que a mão de obra sai de graça e lugar tem nas guarnições e se tá um prazo curto de fazerem ou pagar auxílio moradia o que acham que nesse caso as forças armadas vão fazer??? Então em x de criticar deviam se unir e lembrar amanhã pode ser você beneficiado de uma forma outra em moradia, transporte auxilio fardamento, interticio. Olha quanta coisa para se preocupar e vão se preocupar com os QEs isso só pode ser uma paixão platônica pelos QEs. Embora querendo você ou não no governo lula já está decidido a caneta bic resolve para a promoção de sargentos QEs a Subtenentes por isonomia. O tempo é o senhor absoluto da razão.

  4. Entendo que essa campanha é apenas uma justificativa, aquela famosa frase: “estamos preocupados”.
    A realidade é que não há aproveitamento de pesquisas feitas no âmbito da instituição. São raríssimas as que são executadas. E essas em que se prosseguem, já sabemos sua origem e mais do que prováveis atores.
    Enfim, se tivéssemos preocupados com a atividade laboral, a prevenção de doenças, dentre outras tantas preocupações, o serviço de escala já teria mudado, sua sala de trabalho já teria mudado, o auxílio-moradia (ou PNRs) já estariam à disposição de todos. Isso tem nome(s): igualdade, transparência, relevância, gestão de Pessoas.
    Bom dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo