Comissão da Câmara aprova uso do serviço militar como título em concurso para área de segurança

Serviço Militar

O projeto ainda será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que autoriza praças das Forças Armadas a utilizarem a experiência adquirida no exercício militar como títulos em provas de concursos públicos para o ingresso nas polícias e nos corpos de bombeiros militares (PL 3907/19).

Segundo o relator, deputado Cabo Gilberto Silva (PL-PB), “o objetivo da proposta é oferecer maior proteção à população com o aproveitamento da experiência militar para ingresso nas corporações, com significativa economia para o erário e conveniência para a administração e a sociedade”.

“Seria justo que qualquer profissional da segurança pública que deseje concorrer a outro concurso na área pudesse ter garantido que o tempo de serviço na antiga corporação servisse como título para fins de pontuação nos concursos seletivos”, considerou o deputado.

Pertencem à categoria de praça os militares com os postos de recruta, soldado, segundo-cabo, primeiro-cabo, cabo-adjunto, cabo de secção e cabo-mor, no Exército, Força Aérea e Guarda Nacional Republicana.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Agência Câmara de Notícias

28 respostas

    1. Falou o Gênio da Raça. Sob que aspecto o PL nasceu morto. Qual o tipo de inconstitucionalidade, formal ou Material….Provas de Titulo….é uma etapa de concurso publico.

        1. Acho que todos tem direitos de concorrerem em pé de igualdade, pois a constituição diz que todos têm os mesmos direitos, porque beneficiar um em detrimento de outro, pois as policias apesar de serem militares desempenhas funções diferentes do exército ou forças armadas, ao militar dos Estados cabem preservarem vidas , dos cidadãos, aos militares do federais cabem defender a pátria.
          Nem marchar é interessante para a polícias, pois a polícia não viver de apresentação, e sim de servir a população…..

          1. Vdd!!

            As cotas nas Universidades Também deveriam acabar…

            Afinal Todos tem de Concorrer em pe de Igualdade…. ( segundo o seu Raciocínio)!

            Também Não cocordo em beneficiar um em detrimento de outro…

            Agora, dois pesos e duas medidas na Funciona…

            O problemas sao as narrativa, “ se estiver bom para mim, foda- se os outros,

            Os hipocritas da esquerda (PT…), sao assim, tudo que e coviniente pra eles esta certo, para os outros e errado. FDP…

          2. Acredito eu que seu comentário e improcedente você não tem conhecimento e nem improbabilidade pra está citando tal …são inverdades da sua parte

          3. O beneficiado maior aqui é a sociedade. Pois se assim o é, pela sua teoria. Porque o Senhor não se arvora em contestar que algumas carreiras digue assim; se num concurso para físicos á medida que o candidato é mais qualificado que o outro ganha mais ponto. Em tese por exemplo: aperfeiçoamento 0,5 pontos, mestre 1,5 e doutores 4, 5. E, se estamos falando de qualificação esse seria o raciocínio basal.

    2. Tal situação já ocorre, haja vista o último concurso para delegado da PF, onde além do tempo nas forças armadas, contou como atividade policial, ainda, pontuou na valorização de títulos. Na prática, não há nenhuma inconstitucionalidade nisso, e serve de incentivo, principalmente as praças para irem para outros setores onde se há um real valorização, deixando as forças armadas apenas com o pessoal de nível intelectual mais baixo.

  1. Ué?!?! segundo-cabo, primeiro-cabo, cabo-adjunto, cabo de secção e cabo-mor são patentes das FFAA portuguesas. e, tb, não existe Guarda Nacional Republicana, mas sim a Fraca, digo: Força Nacional. não estou entendendo NADA. esMB 1995!!!

  2. Os títulos de ex-militares ou militares da ativa deveriam valer para todos os concursos militares, tanto para o ingresso nas Forças Armadas, Auxiliares, quanto da polícia civil e federal, assim como dessas instituições para ingresso nas Forças Armadas. Independentemente para ingresso em qualquer cargo dessas instituições.

    1. Em primeiro lugar FF AA não são seg. Pública e TB Polícia civil e federal nada tem a ver com experiência militar, é totalmente diferente.

  3. Tudo balela, estive lá e não agreguei nada relevante no meu curriculo de cidadão,ao contrário apreendi coisas que não valeram de nada na minha trajetória de vida, enfim apreender atirar e sem propósito no mundo civilizado , coisas boas custam caro, e é com certeza que nao é nas forças armadas que as vão encontrar .

    1. Isso porque, vc foi um peso morto para o seu pelotao e pares. Tomou vaga de quem precisava desse emprego que e uma porta para o novo mundo de muitos jovens. Deveria ter aprendido a ser homem e nao iria falar uma asneiras dessa.

    2. Em um mundo violento, um Brasil extremamente violento, onde um homem precisa defender sua família, me parece falácia dizer que é inútil em um mundo ” civilizado”, aprender atirar.

    3. Vc nunca serviu
      Quem fala desse modo deve ter sido dispensado ou foi expulso a bem da disciplina
      Em última instância vc deve ter sido um Péssimo soldado. Qualquer cidadão que serve as FFAA sai melhor do que entrou e se for dedicado aprende uma profissão

  4. Já é um bom começo! Gostaria que fosse analisado a possibilidade do alistamento militar fosse estendido as mulheres também assim como nos países desenvolvidos!

  5. Toda ação, tem uma reação; Se que carne mais barata, tem que ter mais pastos, é mais desmatamento. É seguindo está linha de pensamento, que falo no gov. F.H.C. foi elaborado é finalizado o esquema de colocar MILÍCOS, com “Tempo Certo” de 8 anos, tendo eles no final deste períodos sair praticamente com “uma mão na frente, é outra atrás” pois,1 pagamento por cada ano trabalhado é tendo o desconto ” IR”, é praticamente menos que o FGTS, que receberia junto com às
    parcelas AUXÍLIO DESEMPREGADO. Então vem à questão, o Gov. paga,cursos de armazenamento,operação, Guerrilha entre outros é manda o “RAMBO” para a rua ,muitas vezes sem ter nunca assinado á carteira, com quase 30 anos de idade, onde ficam vagando de emprego em emprego por não ter conhecimento no comércio (Shopping, Supermercado,Lojas), onde são absorvido alguns, na área de vigilância( com ATA), é um cenário que ninguém toca no assunto! Sei deste assunto que sou EX-MILÍCOS, mais da “velha guarda”, fui chefe de RH, em várias empresa, é muitos passaram por mim, já sem esperanças é abatidos, por vê tantas portas fechadas por não ter experiência em CLT , depois de servir com tanto orgulho à “Briosa” é “Casernas”, é sendo dispensado onde o seu ponto forte é disciplina é vigilância. Estão surge às consequências, igual ao começo , onde falei de carne mais barata é o desmatamento, (como exemplo””acho que não necessita fazer bonequinho para entender, é só um exemplo””), um “RAMBO” na rua, sem expectativa de emprego. O que acha quando a pessoa já não possui um bom caráter, onde em toda profissão tem uma “batata estragada”, seja onde for, sendo religioso ou não! Então nos assustamos , mistériosamente quando ligamos nosso televisores é assistimos , verdadeiras cenas de treinamento táticos sendo dando nas comunidades cariocas, alguém tem coragem de falar por quem???pense , sei que quem está lendo até aqui tem a capacidade mental de entender.

  6. Já estava na hora, fui militar por 5 anos do exército
    E vejo que é importante sim ex militar entrar nas forças auxiliar já que tem preparo
    Hj se ver formação acadêmica
    Mas necessita ter algo mas
    Correto tem quer ser ex militar mesmo

  7. Passo emfrente o quartel do Exercito todos os dias só vejo soldado catando folhas o fuzil é um rastelo , o tanque de guerra , é um carrinho de mão, na empresa tem varios ex militar que saiu do Exercito sem saber o que fazer , tivi que orientar eles fazer um curso de vigilante pra eles conseguir um emprego.. ou seja servir se torna imutil não sai preparado para guerra e nem para conseguir um emprego..

  8. Companheiros(a) militares. Solicito vosso apoio favorável ao PL 3907/19 que autoriza Praças das Forças Armadas a utilizarem a experiência adquirida no exercício militar como títulos em provas de concursos públicos para o ingresso nas polícias e nos corpos de bombeiros militares. e-mail dos(a) deputados(a) federais https://www.camara.leg.br/deputados/quem-sao .EsMB 1995!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo