RS: sargento do Exército é encontrado morto dentro de carro incendiado

Reprodução Facebook

Vítima foi identificada como Thalys Gonçalves Rocha, 23 anos; um homem foi preso pelo crime

Porto Alegre (RS)  – Um sargento do Exército foi encontrado morto dentro de um carro incendiado na zona sul de Porto Alegre. Os bombeiros foram acionados por volta das 21h30min de sexta-feira (14) para atender a ocorrência, no bairro Belém Novo.

O Fiesta, de cor preta, estava abandonado em  uma estrada vicinal. A vítima foi identificado como Thalys Gonçalves Rocha, 23 anos. Ele era sargento do Exército e servia no 8º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado.

De acordo com o delegado Vinicius Seolin, da Delegacia de Homicídios da Capital, um homem foi preso após o crime. Ele, que ainda não teve o nome divulgado, foi detido em casa e estava com uma das mãos queimadas.

— Ele é o ex-namorado da atual companheira de Thalys, que, embora fossem amigos de longa data, ainda não aceitava o fim do relacionamento. O que apuramos é que, durante a noite, esse homem convidou Thalys para se encontrarem e orarem juntos — informa o delegado.

A forma como se deu o crime e a possibilidade de outros envolvidos ainda estão sendo investigadas. A polícia não descarta a participação de outros pessoas no caso.

Com informações de GZH

5 respostas

  1. Até onde chega a covardia dos seres humanos e a capacidade de seguir em frente após uma perda…agora espero que apodreça na cadeia os Criminosos que cometeram um crime certamente duplamente qualificado..

  2. Caro Reculuta, você pelo jeito achou um lugar para destilar todo seu ódio, mágoa e insatisfação com a vida. Realmente, a internet deu voz a todo tipo de idiotas. É uma pena!

  3. “Brasil, mostra tua cara, quero ver quem paga, pra gente ficar assim…”

    A violência no Brasil supera os mortos na guerra da Ucrânia…

    Impunidade! sistema judiciário, OAB, governos quem se importa?

  4. O suposto ser humano racional é mau, muito mal, mas um dia, foram crianças inocentes, amadas. Entretanto, se perderam pelo caminho, nas maldades do mundo que vivemos, tornando bichos, seres horríveis sem bons sentimentos. Defendo, que uma vida tem que ser paga com a vida do assassino, a não ser se foi legitima defesa da sua vida. Resumindo, olho por olho, senão não tem solução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo