Rússia anuncia a morte de dois de seus comandantes militares na Ucrânia

ucrania-x-russia

Em raro anúncio de baixas no campo de batalha, o Ministério da Defesa russo comunicou as mortes
O Globo; Agências Internacionais
A Rússia anunciou hoje a morte de dois de seus comandantes militares perto de uma zona de acesso à cidade de Bakhmut, na frente de batalha da Ucrânia. Em um anúncio incomum de baixas, o ministro da Defesa russo disse em um comunicado que os comandantes Viacheslav Makarov e Yevgueni Brovko morreram “heroicamente”.

Makarov, comandante da 14ª Brigada de Fuzileiros Motorizados, repeliu junto a seus homens “dois ataques inimigos” antes de ser “gravemente ferido durante sua evacuação do campo de batalha”, indicou o porta-voz do ministro, Igor Konachenkov.

Brovko, comandante adjunto do corpo do Exército “encargado do trabalho político-militar”, morreu “depois de ter recebido várias tiros de metralhadora” na frente ucraniana.

A comunicação incomum do esforço russo reflete a escalada dos combates nestes últimos dias, enquanto Moscou garante que vai repelir ataques ao largo de 95 quilômetros da frente oriental.

Os combates hoje assolam Bakhmut, cidade epicentro dos confrontos no Donbass, região leste da Ucrânia, e as áreas vizinhas.

Segundo o ministério russo, “ao largo do último dia, o inimigo rompeu a defesa de nossas tropas, ao norte e ao sul” de Bakhmut.

A pesar das mortes dos dois comandantes, a Rússia também comemorou neste domingo o ataque em Ternopil (oeste) e Petropavlivka (centro-leste), a depósitos de armas ocidentais entregues a Kiev para repelir a ofensiva de Moscou.

As Forças Armadas russas “atacaram com armas aéreas e marítimas de alta precisão e de longo alcance pontos de implantação das Forças Armadas ucranianas”, disse o ministério russo, em um comunicado.Também foram atacados “locais de armazenamento de munições, armas e equipamentos militares recebidos de países ocidentais”, completou uma nota, acrescentando que “todos” os alvos foram alcançados.

Ternopil foi atacada enquanto o grupo ucraniano Tvorchi, originário da cidade ocidental, apresentava-se em Liverpool na noite de sábado no Eurovision, o festival anual de música europeia na TV. Ternopil “foi bombardeada pela Rússia enquanto cantávamos no palco do Eurovision”, escreveu o grupo no Instagram. “Europa, unida contra o mal pela paz”, acrescentou.

As autoridades regionais informaram que este ataque russo deixou dois feridos em “armazéns pertencentes a empresas comerciais e uma organização religiosa”.
O Globo

2 respostas

  1. Putin, o sanguinário, está afundando com a Rússia. O Tribunal de Haia o aguarda. O próprio povo russo que o conduzirá para lá. Quem viver, verá!

  2. Toda guerra é uma tragédia humana inexplicavelmente cruel, é fato.

    Do ponto de vista estritamente Militar, de equipamentos e armas, pelas informações nas mídias em geral, chego a conclusão que: não vale Apena gastar milhões em um míssil, tendo em vista que, conforme a mídia, ele não mata ninguém e não produz grandes estragos nas infraestruturas. Por outro lado, o conflito em tela mostra escrupulosamente aos responsáveis pela Tropa, que Soldado não pode ser espantalho de milhares, não servindo pra muita coisa, só morrer. ( exemplo são os soldados profissionais que lutam de ambos os lados, Wagner group é o mais conhecido) mas poderíamos citar outros, Legionários, Gurkas, soldados profissionais de grande valor combativo. Então, urge duas atitudes: não acreditar em tudo que a mídia diz como fato; em segundo, preocupar-se com quem passa o ano todo de sentinela e fazendo faxinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo