Lula remarca almoço com Alto Comando do Exército para 2 de maio

Lula na CNN

Presidente será recebido com honras militares e fará uma visita institucional ao QG da Força, em Brasília

Caio Vinícius
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) remarcou o almoço com generais do Alto Comando do Exército para 3ª feira (2.mai.2023), segundo apurou o Poder360. O chefe do Executivo será recebido com honras militares e fará uma visita institucional ao Quartel General da Força, em Brasília. A previsão é que o evento comece às 11h.

Na tentativa de aproximação com as Forças Armadas, o comandante do Exército, general Tomás Paiva, convidou Lula para um almoço com oficiais de alta patente em 3 de abril. No entanto, o presidente cancelou o encontro com os militares.

Depois de cancelar o almoço, no dia seguinte, Lula participou de uma cerimônia para receber 56 generais recém-promovidos das 3 Forças. O evento foi realizado no Palácio do Planalto e contou com a participação do ministro da Defesa, José Múcio, e a primeira-dama, Janja Lula da Silva.

O auge do atrito entre Lula e os militares foi depois dos atos extremistas do 8 de Janeiro. O presidente afirmou, em 12 de janeiro, que “muita gente” das Forças Armadas foi “conivente” com a invasão às sedes dos Três Poderes.

Poder360/montedo.com

22 respostas

  1. “O chefe do Executivo será recebido com honras militares “. E que não seja pra ver a “foia” do pau da goiabeira cair. Pessoal…..aceitem de uma vez por todas que o presidente Lula foi eleito pela maioria do povo brasileiro e é seu líder inconteste. Quanto aos militares, O presidente Lula é o comandante em chefe. Que coisa! Aceitem que doi menos.

    1. Maioria de quem Votou, efetivamente.
      Mas não maioria Dos eleitores aptos.
      Foram cerca de 27 milhões de nulos, brancos ou abstenções + 58 milhões de votos do Bolsonaro, sendo 60 milhões de votos do Lula.
      Como o governo Lula nada fez, certamente desses 27 Milhões, tem muita gente arrependida.
      Mas logo isso vai terminar.
      Nenhum governo resiste a tanta barbeiragem.

    1. Bizu: Será anunciado 9% para janeiro. Ele vai dizer que já é hora de deixar ressentimentos de lado e que ele já tem conhecimento da corrosão salarial da tropa e que é preciso repor as perdas Salariais. Ele deve lembrar que o país atravessa uma severa crise econômica que penaliza o mundo todo, mas que não vai abrir Mão de reajustar os salários dos militares, ainda que tenha que dividir esse reajuste em 3 vezes. Embora tenha sido informado pelo ministro Dino que os militares receberam do governo bolsonaro mais 80% em gratificações, ele entende que dessa forma ele abre caminho o entendimento.

  2. Não quero saber se Lula “tenta se aproximar dos Generais” !!!
    Os Praças Das Forças precisam é de reajuste nos soldos de maneira linear!!
    9% em isonomia com os civis!!
    …ou será que “o amor venceu” não para todos!!

  3. Uma fonte, em condição de anonimato, informou que a dificuldade o governo está tendo para conceder reajuste para os militares é o elevado número de praças.

  4. Nem sonhe com Reajuste salarial tão cedo, principalmente por essas ações (omissões) recentes em que estão envolvidas as forças Armadas.

    Possivelmente as forças armadas não terão nenhum reajuste durante o governo atual, punição velada.

    Os Reajustes anuais são previstos na constituição federal para os servidores civis e não para os militares.

    A Constituição Federal, após as alterações promovidas pelas
    Emendas Constitucionais 03/1993 e 18/1998, separou as categorias de
    servidores, prevendo na Seção II as disposições sobre “Servidores
    Públicos” e na Seção III, artigo 42, as disposições a respeito “dos Militares
    dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios”, dissociando os
    militares da categoria “servidores públicos”, do que se concluiu que os
    militares, topograficamente, não mais se encontram na seção dos
    servidores públicos e etimologicamente não são mais pela Constituição denominados servidores, mas apenas militares.

    Há sensíveis distinções entre os servidores públicos civis e os
    militares, estes classificados como agentes públicos cuja atribuição é a
    defesa da Pátria, dos poderes constituídos e da ordem pública, no que toca aos direitos, seja em relação aos deveres.

    1. Como é????
      Quer dizer que o Lula quer se vingar dos militares não concedendo reajuste????
      Se ele realmente quer se vingar, sim, dos generais ele que pare de ficar lambendo os estrelados e arrume outra forma de prejudicá-los!!!
      Lula só prova que é rancoroso e mentiroso!!
      Agindo assim somente ganhará mais rejeição na Caserna e só prejudicará o “Chão De Fábrica”!!!
      General SEMPRE está bem!!!
      Quem tem boleto para pagar é o pracinha que no final só se %@$#!!!

      Que haja justiça….Ué!!! O amor não havia vencido!!!

      Queremos isonomia com os civis!!!

      1. Isonomia é o que se pretendia na década de 1990 e foi graças a separação em emenda constitucional que ocorreu um incremento nos soldos. Isonomia significa que os vencimentos dos militares seriam equiparados com os civis e mesmo na inatividade teríamos que respeitar o teto da Previdência e a idade mínima para inatividade seria a mesma dos civis.

  5. Não sei o motivo por que querem o reajuste de 9% já que não existe relação entre militar e servidor civil. Se ocorrer, iria beneficiar duplamente quem já foi beneficiado pela Lei 13.954, embora não seja tratada como reajuste, mas como “reestruturação dos vencimentos”, o que elevaria ainda mais a diferença. Um reajuste diferenciado do soldo não é legalmente possível e criou-se a “reestruturação” como forma de manter o soldo sem reajuste e diferenciar o ganho final. O que deve ser atacada é a Lei 13.954, pois da forma como está irá beneficiar continuamente quem já foi beneficiado por ela, qualquer que seja um possível reajuste.

  6. Um taifeiro máster com altos estudos I, responsável pela elevada comissaria do planalto, informou, sob anonimato, que o presidente Pensa em reestruturar a carreira dos Parças. Lula pretende fazer uma reunião com João Pedro Stédile, José Dirceu e Flávio Dino para decidir qual será o melhor modelo a seguir. Os modelos soviético, chinês e cubano têm a preferência, mas o norte coreano ganhou muita força nos últimos dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo