8 de janeiro: PF intima oitenta militares do Exército para depor, entre eles general ex-comandante militar do Planalto

Invasão Congresso

Cerca de 80 militares irão depor à PF sobre os atos criminosos do dia 8 de janeiro contra as sedes dos Três Poderes em Brasília, informa a CNN. Os depoimentos devem começar nesta quarta-feira (12) em Brasília.

Comandante Militar do Planalto em 8/1, o general Gustavo Dutra de Menezes está entre os convocados pela PF.(Imagem: CMP)

Em março, a Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu uma investigação contra militares das Forças Armadas por suposto envolvimento nos atos antidemocráticos, além da eventual responsabilidade do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) nas falhas que permitiram que os criminosos invadissem o Palácio do Planalto.

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do Distrito Federal, o ex-comandante de Operações da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Jorge Eduardo Naime, afirmou que o Exército tentou impedir a prisão de manifestantes que participaram dos ataques criminosos e montou uma barreira com militares do Exército para impedir a prisão de suspeitos que participaram dos atos e que estavam instalados no acampamento que havia sido montado em frente ao Quartel-General do Exército.

 

10 respostas

  1. No próximo ano teremos as formaturas alusivas ao 8 de janeiro, com a leitura da Desordem do Dia e homenagem aos participantes com a entrega da Medalha do Amotinador e de joias da Arábia Saudita, logo após será servido um churrasco de picanha regado a cerveja e uísque, de sobremesa pudim de leite condensado.

      1. Os Rolex, de tamanho grande, serão distribuídos em formatura noturna para todos os Praças, como forma de testar as próteses penianas do generais.

  2. Tive acesso exclusivo a esta relação.
    Para minha surpresa o Ultradireita Primeirão Decréscimo:
    – encabeçada a fila de depoimentos na PF.
    O cerco apertou.
    Boa sorte Primeirão.

  3. Se esse oitenta estivessem: 1) cumprindo sua destinação constitucional e Legal, dentre elas o Estatuto, 2) Diversos RD, 3) Normas internas do serviço ou 4) em casa, não estavam aí enrolados. Estão aí porque quiseram. Só lamento informar que enquanto estavam tumultuando o seu ídolo estava curtindo em Miami e só voltou agora e não tá nem aí para vocês. Recebam!!!!

  4. Acharam que o mundo terminava nos limites do quartel, que tudo é hierarquia, disciplina e agradar o chefe.
    Serão denunciados, condenados criminalmente, condenados por improbidade e com boa chance de perda de cargo… tudo pela justiça civil, que não diferencia oficiais de praças, que o juiz não é amigo de turma, nem casado com a filha de ninguém.

    Os que impediram a ação da pm ao prender os vândalos, ameaçando um órgão de estado brasileiro, sentarão na boneca, pois além de impedirem ato de ofício (prisão em flagrante), permitiram que tudo isso ocorresse. Favorecimento pessoal nesses….

    Os que foram negligentes na guarda ao Palácio, achando que o nome do exército pela opinião pública vale mais que o patrimônio cultural que o povo confiou a guarda, esses que acham que armas só servem para suas formaturas, que fizeram pior que meia dúzia de vigilantes patrimoniais do senado, uniram-se em desígnios aos vândalos… tinham o dever de agir, não agiram, responderão como os vândalos.

    E os que deram fuga aos bandidos amotinados dentro do Palácio, que tentaram impedir a ação da tropa de choque da PM do DF, receberão uma prevaricação nas costas.

    Tem merenda para todos.

    Que fique o alerta. Seu chefe é muito pequeno perto das instituições, como o Judiciário. A ordem ilegal, criminosa, cumprida a pretexto da disciplina, irá gerar responsabilidades. No mundo real as coisas não são abafadas por envolver um antigão… nossa hierarquia só tem peso para nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo