Lula vai receber oficiais-generais recém promovidos no Planalto

O presidente Lula durante encontro com o alto comando da Marinha nesta quarta-feira (15) — Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República

A cerimônia é mais uma oportunidade de o presidente se aproximar da caserna

Robson Bonin

Na próxima semana, Lula vai receber no Planalto cerca de 50 oficiais-generais recém promovidos pelas Forças Armadas.

A cerimônia é mais uma oportunidade de o presidente se aproximar da caserna e romper os laços, cada vez mais distantes, dos militares com o bolsonarismo.

Desde que chegou ao governo, o petista tem contado com José Múcio, seu amigo e ministro da Defesa, no resgate das relações institucionais entre a Presidência e as Forças Armadas, tão assediadas pelo poder político durante a gestão de Jair Bolsonaro.

RADAR(veja)/edição: montedo.com

15 respostas

  1. 50 oficiais-generais
    Brincadeira
    50 promovidos numa festa só
    Que país maravilhoso
    Só aqui é Nos Exércitos de Hugo Chaves e Maduro
    Aí Decréscimo:
    – só de auxílio fardamento nessa confraria paga todo seu salário por uns 5 anos
    Muita cara de pau da MB, EB e FAB

    1. Depois estou louco se digo temos que rever as academias militares para oficiais. Acho que só devia existir uma onde se entra soldado e vai galgar posto até capitão só e pronto e com um salário digno a todos e ter vaga só para 40% o restante devia ser temporário.. isso ia resolver o problema e muito nos gastos para um futuro melhor para todos. O tempo é o senhor absoluto da razão.

    2. Atenção!
      90% dos cargos que esses militares irão ocupar:
      – qualquer Major e TCel com EM assume e “roda” a máquina perfeitamente.
      90% dos cargos são rolhas.
      Isso por baixo.
      Por isso a Constatação em algumas matérias jornalísticas:
      – o número de oficiais-generais nacionais é maior que nas FA americanas.
      FA dos USA que possui um poderio militar GIGANTESCO, Interestelar.
      O nosso: sem comentários.
      FFAA só pra atender caprichos e vaidades da casta militar brasileira.
      FATO.

    1. SIM, um detalhe de pouca Importância Técnico-profissional (obesidade oficial).
      Mas, vou te falar uma coisa:
      – vida boa desses moços hein!
      – tudão ‘cheinho’, rosadinhos e bem alimentados.
      Descaso total com a rusticidade física atinente a carreira d’Armas.
      Que momento desmoralizante.
      Vergonha, mas não tão nem aí.

      1. Pessoal, essa casta das FFAA não estão nem aí pra hora do brasil.
        O negócio deles é se lambuzarem de Diárias e todas as benesses armadas para o topo da carreira.
        Passam 12 anos como oficiais generais numa vida profissional totalmente fora da realidade da Maciça maioria das FA (em berço esplêndido).
        Descaso e desprezo total pela base da Pirâmide e precariedades básicas da Tropa.
        E isso é antigo.
        não é dessa ‘nova geração obesa e “abostada” nessa ZONA DE CONFORTO.

        1. Quando cheguei na Cia Cmdo/CMNE, após o CAS:
          – o Cmt Mil do NE tinha 12 anos só no posto de Of Gen.
          – eu, 11 anos de Serviço.
          Ficava todo o ano “vuandú” em visitas/inspeções rolhas.
          E, obviamente, vivia de reuniões em Brasília.
          Raramente aparecia, e, Quando na OM:
          – alimentando os peixinhos, as carpas do espelho d’água do Pavilhão Cmdo.
          – jogando a ração de seu PC no primeiro andar.
          – todo Faceirinho e feliz da vida.
          Caso os militares do CMNE estivessem à paisana, não se dirigia a eles pelos seus nomes de guerra:
          – passou o Cmdo sem gravar seus respectivos nomes.
          Toda administração, ordens e decisões eram executadas pelo Ch EM.
          Que beleza, vida boa.
          ISSO É IMPRESSIONÍVEL.
          Esse é o ‘Exército-deles’ dentro do Exército brasileiro.

  2. Confiem nos comandante. Eles sabem agir em âmbito político e estratégico. Sabem o que é melhor para a tropa.

    *Quando o meme vem pronto.

  3. O plano de carreira para os oficiais generais é uma política fardada e flui bem Rápido.
    Enquanto para as praças do EB , os Subtenentes, Demoram uma eternidade para serem promovidos a 2Tenente com todos os critérios e Pontuações.
    Na MB e FAB é ainda pior, o plano de carreira para as praças não os levam a 2Tenente. E Isso, já tem mais de século , e nada muda. Todavia, vamos confiar, os nossos Oficiais Generais daqui uns anos, em menos de um século, farão um novo plano de carreira.
    Não é Oficiais Generais? Eu Acredito em Vocês! Posso acreditar?
    ahhhh.. não tem ninguém aqui..todos se preparando para o encontro dos Oficiais Generais promovidos, do aperto de mão com o seu Presidente Preferido em Brasília.

    Parabéns Oficiais Generais! Vocês merecem todos os cumprimentos dos serviços não prestados as praças.

    E As praças Mereciam muito mais os Cumprimentos daqueles que os viraram às costas, Pois, são os motores das FFAA, e são dignos de coisas melhores.

    ADSUMUS!

    1. O pior não é a dificuldade para se alcançar o oficialato. Se tivéssemos uma carreira e salários dignos, não haveria essa necessidade.

  4. Não estamos nem aí para vocês. Temos refeições iguais aos presos, cinco por dia, mas com uma diferença no cardápio, e claro! Carros, funcionais, estafetas, são algumas Regalias que a mais. Depois volta a escrever, preciso comer uma picanha argentina, até…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo