Militares lotados na EBC afagam Paulo Pimenta para manter cargos

Puxa-sacos especiais

No governo Bolsonaro, EBC foi aparelhada por militares e até influenciadores digitais bolsonaristas

Guilherme Amado
Militares lotados na Empresa Brasileira de Comunição (EBC), que abrange a TV Brasil, a Rádio Nacional e a Agência Brasil, entre outros, estavam um doce só para o lado do ministro Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação, na visita que o petista fez nesta quarta-feira (4/1) à sede do órgão, em Brasília.
A EBC foi aparelhada por militares e até influenciadores digitais bolsonaristas e era considera uma das joias da robusta coroa que os fardados tinham no governo Bolsonaro.
As cenas protagonizadas por militares na visita de Pimenta foram constrangedoras. Um deles, gaúcho, chegou a tentar forjar proximidade com o ministro lembrando que, tal qual o petista, era de Santa Maria (RS).
A propósito: os militares gastaram saliva à toa. Todos serão demitidos.

METRÓPOLES/montedo.com

24 respostas

  1. Montedo vc está diariamente a propagar Istorinhas inventadas por essa imprensa podre!!! É do mesmo estilo daquela que diIa que o Bolsonaro gritou ao ver o pronunciamento do Mourão!!!falácias para desinformar e sem um pingo de verdade.

    1. Isso é a pura verdade. Embora o Montedo seja o dono do blog e divulga o que quer, e a fofoca causa mais espanto e mais clicks, eu sugiro embora tardiamente, que as boas realizações também fossem postadas, uma na moita, outra saindo da moita.

      1. Boas realizações?

        Vc poderia fazer esse favor citando aqui estas boas realizações que foram feitas.

        Mas, por favor, não bosteje achando que do outro lado só tem analfabeto, nada eleitoreiro e terra plana.

        Vamos lá, tenha a coragem que seu mito não teve.

    2. Caro Montedo, tem bolsominiom que se irrita à toa, alguns deles não gostam que alguém publique quando alguém da turma tchutchuca esbraveja e grita palavrões, a maioria deles agora com equilíbrio emocional abalado, após a derrota.

  2. Não há limites para a humilhação. Em uma guerra seriam tão imprestaveis quanto são na paz; seriam os primeiros a render-se levando todo armamento e munição para o inimigo. Os quartéis estão cheios destes militares, rugem bostejando sobre valores mas, não pensam duas vezes em se humilharem de maneira patética por boquinhas fora dos quartéis. Militar que vai pra política não presta, estava só ocupando vaga até conseguirem outra coisa. Da mesma maneira quem sai do quartel pra atividade civil, nunca gostou do VO, só suportava e por fim, diante de uma boquinha, saiu do armário.

    1. Só conseguiram a boquinha porque já eram babões na caserna, agora, com a mudança de governo, por que eles iriam ser diferentes.
      A verdade é que não estão nem aí para política, seja esquerda ou direita, tanto faz, o que querem é ficar mordendo.

  3. Tenho acompanhado a EBC há muito tempo. Sempre esteve em cima do muro, ora batendo no cravo, ora na ferradura, tergiversando, nunca como, absolutamente, Agencia de Governo.

  4. Olha entre todos: intrigueiros, fuxiqueiros, “puxa para trás”, “171”, etc o pior é o chaleira, pois esse daí além de babar e se humilhar é a soma de todos os outros para se dar bem. 🤮

    1. Infeliz Uma Ode às FFAA e a todos de Carreira.
      Vc não reúne mínimas condições profissionais para um mínimo DAS 1.
      Então não adianta atacar aqueles que por mérito estão em cargos comissionados.
      Quando criarem o DAS de Comandante da faxina no Executivo, talvez vc pode ter alguma chance.

        1. Ele é paraíba e fez o curso de Aprendizes de marinheiro no Recife-PE.
          Hoje, Cabo Juruna Fogão duas bocas (pé de banha).
          Extremamente recalcado e ressentido com a Marinha.

  5. Saiu hoje uma tabela de vencimentos do ministério do planejamento, os vencimentos são muito baixos em comparação com o pessoal das FA e a responsabilidade de cada um. Qualquer subtenente ou oficial QAO ganha bem mais.

  6. Somos há muito uma sociedade corrompida.

    O bandido, estuprador, traficante, assassino que distribui cestas básicas, paga o gás, compra remédios e ainda dá um troco aos moradores da vizinhança, terá todos esses moradores como defensores desse bandido ao ser preso.

    Esses moradores beneficiados com essas migalhas vão procurar de todas as formas justificar as atividades criminosas do “amigo da comunidade”.

    Aqui, não se “corta na própria pele”.

    Ou seja, somos uma sociedade corrompida.

  7. O cordão dos puxa-sacos vai aumentar mais. Mas os “cumpanheros” vão puxar mais e lamber. Alías, já o fazem com maestria… Sempre o fizeram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo