Escolha uma Página

Avaliação de militares do governo é de que encontros da comissão de transparência eleitoral não permitem discussão aprofundada sobre incremento da segurança do processo eleitoral

Gustavo Uribeda CNN
Brasília

Mesmo com a negativa do ministro Edson Fachin, as Forças Armadas devem insistir na realização de uma reunião técnica com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
A avaliação feita à CNN por militares do governo é de que os encontros do comitê de transparência eleitoral, como o promovido nesta segunda-feira (20), têm pouco espaço para discussões aprofundadas sobre a segurança das urnas eletrônicas.
Por isso, a tendência é de que as Forças Armadas reafirmem posição sobre a necessidade de uma nova reunião, com a presença apenas de auxiliares técnicos, para discutir eventuais mudanças no processo eleitoral.
Nas palavras de um militar do governo, a reunião poderia ter a participação de especialistas de outros setores da sociedade, mas que permita um debate sobre melhorias do atual sistema eletrônico, sem caráter político.
CNN Brasil/montedo.com

Skip to content