Escolha uma Página

No Papo Antagonista, o ex-ministro afirmou que esse “é mais um conflito inútil que não vai nos levar a lugar nenhum”

Em entrevista ao Papo Antagonista nesta quinta-feira (12), o ex-ministro general Santos Cruz (Podemos) falou sobre a crise entre o Planalto e o TSE. Ao comentar a postura do ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, na polêmica envolvendo o sistema do país e os questionamentos dos militares à Corte, ele afirmou que as Forças Armadas não têm que participar do processo eleitoral.
“Isso aí é o ápice de uma série de confusões e erros existentes. Em primeiro lugar, as Forças Armadas não têm que participar do processo eleitoral. O processo eleitoral é de responsabilidade do Tribunal Superior Eleitoral […]. Houve um convite para que as Forças Armadas participassem da comissão, para dar maior transparência ao nosso sistema, já que ele sofre certos ataques. E isso já foi um erro, porque as Forças Armadas não têm que participar do processo eleitoral, então eu acho que é mais um conflito inútil que não vai nos levar a lugar nenhum“.
Santos Cruz concluiu que o fim da discussão sobre a participação das Forças Armadas no processo eleitoral será benéfico para as instituições.
Assista:

O Antagonista/montedo.com

Skip to content