Escolha uma Página

Dois militares do Exército tiveram páginas derrubadas pelo Facebook por fake news

Eduardo Barretto
O Ministério Público Militar (MPM) vai analisar se dois militares do Exército cometeram crimes militares ao comandarem páginas de fake news no Facebook. Na quinta-feira (7/4), o Facebook derrubou os perfis dos dois militares, como a plataforma informou em seu relatório trimestral de ameaças.
Os nomes dos militares são mantidos em sigilo pelo Facebook. O Exército declarou que pediu acesso aos dados dos alvos da rede social.
Em outra frente, o Ministério da Defesa foi cobrado formalmente a informar todas as medidas adotadas para investigar o caso. O documento foi protocolado pela deputada Perpétua Almeida, do PCdoB do Acre, que no ano passado apresentou uma proposta para impedir militares da ativa de ocupar cargos no governo federal.
Guilherme Amado(METRÓPOLES)/montedo.com

Skip to content