Escolha uma Página

Porto Alegre – A Receita Estadual realizou, nesta terça-feira (14), operação em conjunto com o Exército Brasileiro para combater irregularidades e apurar indícios de sonegação fiscal no comércio de armamentos. O alvo é uma empresa estabelecida na Serra. Também serão visitadas as duas filiais da empresa, localizadas na Serra e na região do Planalto.
A operação foi coordenada pela Delegacia da Receita Estadual em Caxias do Sul (3ª DRE) e teve como propósito a busca e apreensão de provas e documentos que auxiliem na comprovação das irregularidades e subsidiem os trabalhos de auditoria fiscal. Os indícios apontam para a prática de subfaturamento de notas fiscais, visando diminuir os valores levados à tributação.
A ação ostensiva do fisco gaúcho conta com a participação de três turmas volantes da Receita Estadual, compostas por 10 auditores fiscais, três técnicos tributários e apoio da Brigada Militar. O Exército Brasileiro designou três equipes para participar da operação. Considerando a pandemia da Covid-19 e prezando pela saúde e segurança de todos envolvidos, a operação segue os protocolos estabelecidos pelo governo do Estado e pela Secretaria Estadual de Saúde. Leia mais.
GOVRS/montedo.com

Skip to content