Escolha uma Página

Este é o túmulo de Desmond Doss na cidade de Chattanooga, no National Cemetery, nos Estados Unidos.
Ele salvou sozinho em um único dia a vida de mais de 75 homens da infantaria durante a Batalha de Okinawa, em 1945. Ele se recusava a pegar em armas, pois era um Membro de uma igreja e acabou entrando para a história por conta disso.
Tornou-se a primeira e única objeção de consciência a receber a Medalha de Honra do Congresso na guerra, a maior condecoração que um militar norte-americano pode ganhar, que é entregue pelo próprio Presidente dos Estados Unidos.
A sua história foi retratada no filme ATÉ O ÚLTIMO HOMEM”, dirigido pelo Mel Gibson.
Nota Terapia(Facebook)/montedo.com

Skip to content