Escolha uma Página

Notícia recuperada (16/8)
O milita disse que efetuou disparos por medo e para se proteger porque foi atendido por jovem mais forte que ele

Cleomar Almeida
Goiânia – Um tenente do Exército de 51 anos foi preso em flagrante, no domingo (15/8), após disparar tiros de arma de fogo na porta de vizinho por causa de festa com som alto, no Jardim Guanabara, região norte da capital goiana. L.A.B. disse à Polícia Civil de Goiás que efetuou os disparos para o alto por ter medo de ser agredido, já que, no portão, foi atendido por um jovem que seria mais forte que ele.
Na delegacia, o primeiro tenente do Exército afirmou que, na madrugada de domingo, os jovens perturbaram o seu sossego e de sua irmã, que estava na casa dele temporariamente para se repousar durante tratamento médico na capital. No interrogatório, ele disse que se dirigiu à casa ao lado, em frente ao quartel da corporação, e pediu que baixasse o volume do som porque estava muito alto.
O eletricista Wanderson Carvalho Lima, de 28, que saiu no portão primeiro após o chamado do tenente, afirmou à polícia ter desligado o som imediatamente, com controle remoto. Mas, segundo ele, o militar continuou a reclamar e a gritar no local, bastante exaltado. O jovem confirmou que sete pessoas consumiam bebida alcoólica na residência, mas que o som estava em volume médio.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content