Escolha uma Página

Oficial disse que se defendeu ao ser atingido com um rodo de madeira; flanelinha e testemunhas confirmaram versão, diz PM

Pablo Nascimento, do R7
Juiz de Fora(MG) – Um militar do Exército, de 45 anos, atirou contra um lavador de carros de 28 anos após uma briga no cruzamento das avenidas José Cleto e Bernardo Vasconcelos, no bairro Ipiranga, na região Nordeste de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (10).
De acordo com o boletim de ocorrência, a confusão aconteceu após uma discussão dos dois no local.
Testemunhas contaram que o flanelinha queria lavar o para-brisa do carro do militar e teria jogado água sem autorização do dono do veículo. Em seguida, os dois teriam brigado já que o agente não queria pagar pela limpeza dos vidros.
O registro da PM (Polícia Militar) indica que, neste momento, o lavador atingiu a cabeça do motorista com um cabo de rodo. Em seguida, o oficial do exército teria sacado a arma e atirado contra o jovem, atingindo sua panturrilha.
O militar não estava mais no local quando os policiais chegaram. O ferido confirmou a versão aos PMs e foi encaminhado para o Hospital João 23, na região Central de BH.

Limpeza de para-brisa teria motivado briga REPRODUÇÃO / GOOGLE STREET VIEW

O suposto atirador foi localizado e encaminhado à Polícia Civil. A reportagem procuro a corporação para saber se o homem ficou preso, mas não teve retorno. A arma encontrada com ele foi apreendida.
Ainda de acordo com PM, o suspeito também confirmou a versão apresentada pelas testemunhas e explicou que “não restou outra alternativa” a não ser sacar a arma e atirar, já que estaria com a saúde debilitada em função de uma cirurgia na coluna.
Procurado pela reportagem, o Exército informou que “está apurando os fatos para tomar todas as medidas necessárias”. “Todas as informações serão checadas e devidamente tratadas com a responsabilidade e seriedade que a situação exige”, concluiu a instituição.
A reportagem tenta contato com os envolvidos na ocorrência.
R7/montedo.com

Skip to content