Escolha uma Página

HFA negou a ajuda solicitada e agora pede socorro para que os hospitais públicos recebam seus pacientes

O Hospital das Forças Armadas (HFA) é um hospital público, de Brasília, subordinado ao Ministério da Defesa, que atende também pelo SUS.
Mas no pico da superlotação de leitos em Brasília, inclusive de UTI covid, com pessoas na fila de espera, o HFA negou a ajuda solicitada pelo governo do Distrito Federal para receber doentes na fila de espera.
Depois, a situação se inverteu e foi a vez de o HFA pedir socorro para que os hospitais públicos da Capital recebessem seus pacientes excedentes. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O HFA não se impressionou com a crise na rede pública, alegando ser voltado ao atendimento de militares do Exército, Marinha e Aeronáutica.
Com o esgotamento dos seus leitos, inclusive de UTI, o HFA recorreu à rede pública, depois contratou vagas na rede particular, no DF.
A crise coincidiu com a ordem do ministro Benjamin Zymler, do TCU, para que o Ministério da Defesa informasse a ocupação dos seus leitos.
A Defesa só divulgou os dados de ocupação no limite do prazo fixado pelo TCU, e mesmo assim depois de solicitar uma prorrogação.
DIÁRIO DO PODER/montedo.com

Skip to content