Escolha uma Página

Não tenho procuração do Comando do Exército, mas a instituição não merece assistir a um general da ativa submeter-se passivamente à humilhação pública, como está acontecendo com Pazuello. É absolutamente constrangedor. Como militar, sinto-me envergonhado.
O argumento de que ele não pode deixar o cargo não se sustenta: um oficial intendente só chega a general de divisão. Ou seja, Pazuello já atingiu o maior posto em sua carreira. É só pedir o boné e ir cuidar dos netos.

Não exagera, Montedo!!!
Hãhã… Dá uma olhada aqui.

Skip to content