Escolha uma Página

Presidente afirmou que outros países têm ‘interesse’ na floresta e que uma potência pode fazer ‘besteira’ contra Brasil

Daniel Gullino
BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que o Brasil precisa de Forças Armadas “preparadas” para proteger a Amazônia do “interesse” de outros países. Bolsonaro fez o comentário enquanto falava sobre declaração dada pelo candidato do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre a Amazônia, no debate com o presidente Donald Trump na terça-feira.
— Ele (Biden) querendo, parece, romper o relacionamento com o Brasil por conta da Amazônia. Sabemos que alguns países do mundo têm interesse na Amazônia. E nós temos que fazer o que? Dissuadí-los disso. E como você faz a dissuasão disso? Ter Forças Armadas preparadas. Mas nossas Forças Armadas foram sucateadas ao longo dos últimos 20 anos — disse Bolsonaro, durante transmissão ao vivo em suas redes sociais.
No debate, Biden afirmou que, se eleito, irá reunir, junto com outros países, US$ 20 bilhões para garantir a preservação da Amazônia, e afirmou que haverá “consequências econômicas significativas” caso o desmatamento continue.
Durante a transmissão desta quinta, Bolsonaro também disse não ver problemas na possibilidade de o Ministério da Defesa ter mais recursos do que o da Educação, como foi cogitado, e depois descartado, pelo governo federal. Segundo dele, o importante é que as Forças Armadas estejam preparadas caso algum país resolva fazer “uma besteira” contra o Brasil.
— “A Defesa vai gastar mais do que Educação.” É o tempo todo essas besteiras. Não interessa se vai gastar mais ou vai gastar menos, tem que atingir seu objetivo. Por que se um dia algum país, alguma potência, resolver fazer uma besteira contra o Brasil, a gente vai fazer o quê? Vai fazer o quê? vai ficar quieto, né. E daí? Vai fazer o que? vai meter o rabo entre as pernas?
O Globo/montedo.com

Skip to content