Escolha uma Página

Poucas palavras

O sargento da Aeronáutica Manuel Silva Rodrigues, preso com 39 quilos de cocaína ao desembarcar de um avião da FAB na Espanha em julho, pouco disse ao prestar o primeiro depoimento a autoridades brasileiras, esta semana.
Rodrigues, que ontem (10) completou 38 anos numa cadeia de Sevilha, respondeu apenas a perguntas feitas por um oficial enviado pela FAB.
“Acerca da pergunta 23, responde que nenhuma pessoa da tripulação está envolvida. Que as pessoas do grupo de transporte especial, outros militares, não tinham conhecimento acerca dos fatos” – refere o termo do depoimento.
Também perguntado sobre objetos de valor apreendidos em sua casa, Rodrigues admitiu que possui um carro e duas motos. A respeito dos relógios encontrados, disse que “são réplicas, compradas em outras viagens ao exterior”.
Ele silenciou diante dos questionamentos feitos pela Polícia Federal brasileira, reservando-se o direito de esclarecer somente em juízo. A PF acredita que ele sabe mais.
Espaço Vital/montedo.com

Skip to content