Escolha uma Página

O Exército publicou em seu boletim desta sexta-feira (12) uma portaria que regula a criação e o gerenciamento de mídias sociais no âmbito da Força.

O documento determina quais mídias são permitidas para cada tipo de organização militar. As unidades de tropa, por exemplo, são autorizadas a terem perfis apenas no Facebook e Instagram. Twitter, Youtube e Linkedin são permitidos apenas em alguns casos.

Quanto aos perfis pessoais, o texto adverte que seu criador é responsável por tudo que postar, curtir, comentar, compartilhar, etc e deve observar o previsto no regulamento disciplinar, no Estatuto dos Militares e na legislação vigente.

Já a função do militar só pode ser citada em mídias destinadas a publicação de currículos, como o Linkedin.

Confira a portaria do Estado Maior do Exército.

Nota do editor: até as 07h de 15 de julho, o blog informou, equivocadamente, que a portaria proibiu a divulgação de postos e graduações nas mídias sociais.

Skip to content