Apoiadores, e até a oposição, preferem o general na articulação em vez de Onyx. Foto: Marcelo Casal Jr/ABr

O PREFERIDO
Apoiadores e até a oposição preferem o general na articulação em vez de Onyx

Cláudio Humberto
No governo, a crítica ao desempenho do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) na articulação política é tão ampla que se ele dependesse de uma votação de deputados do PSL, por exemplo, teria dificuldades de permanecer no cargo. Ao contrário de Onyx, o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, cresce no conceito dos parlamentares. Só esta semana, exagera um deles, “Santos Cruz fez mais pela articulação do governo que o Onyx nos últimos três meses”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
É o próprio Santos Cruz, chamado de “rei da simpatia”, que tem recebido deputados e os acompanha para reuniões com Bolsonaro.
Na Casa Civil, deputados dizem ser recebidos por assessores que são apenas especialistas em servir cafezinho. Onyx está sempre ocupado.
Deputado relatou a Alexandre Frota (PSL-SP) que, após esperar duas horas, ouviu de Onyx: “Você tem um minuto, o presidente me espera”.
O deputado Julio Delgado (PSB-MG) já afirmou que se sentiria mais “confortável” com Santos Cruz (que conhece há nos) na articulação.
DIÁRIO do PODER/montedo.com

Skip to content