Escolha uma Página
CMA investiga morte de sargento do Exército em cela do 7º Batalhão na Ponta Negra
De acordo com o CMA, o sargento foi encontrado morto por volta das 21h desta terça-feira e estava sozinho na carceragem do batalhão
Show show capturar
Sargento morreu no interior do batalhão (Foto:Jander Robson)
Manaus (AM) – O sargento do Exército Edgar do Santos foi encontrado morto em uma das celas do 7º Batalhão da Polícia do Exército, na Ponta Negra, na Zona Oeste, na noite de terça-feira (5). O Comando Militar da Amazônia (CMA) abriu um inquérito para investigar o caso.
O sargento estava preso desde a última sexta-feira (1), após ter efetuado tiros na rua Alfredo Moreira, no bairro Santo Antônio, na Zona Oeste. Desde então, o militar estava cumprindo a prisão preventiva no quartel da Polícia do Exército. Edgar era lotado no 4º Centro de Geoinformação, em Manaus.
De acordo com o CMA, o sargento foi encontrado morto por volta das 21h e estava sozinho na carceragem do batalhão. O militar responsável por fazer a vistoria nas celas encontrou o corpo e acionou o serviço de aquartelamento.
Tanto os médicos do Hospital Militar de Manaus quanto o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas atestaram a morte do militar.
Ainda segundo CMA, toda a assistência está sendo dada à familiar de Edgar e um processo investigatório foi instaurado para investigar as circunstâncias da morte do militar.
Segundo Instituto Médico Legal (IML), a vítima sofreu asfixia mecânica por enforcamento, mas somente o laudo final emitido pelo órgão vai poder afirmar as circunstâncias da morte do sargento.
acrítica/montedo.com

Skip to content