Escolha uma Página
Publicado em 28/2 (20h28min)


Brasília (DF) – Quinta-feira, 6h30min da manhã: militares da ativa, inativos, dependentes, pensionistas, jovens, idosos, fardados, à paisana: centenas de pessoas formam fila em frente ao Hospital Militar de Área para tentar marcar uma consulta pelo FuSEx. Algumas delas chegaram ao local antes da meia-noite.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Atualizando
No hospital existe uma entrada exclusiva para oficiais generais da ativa, reserva e seus dependentes, que também usufruem de atendimento diferenciado.

Skip to content