Escolha uma Página
Jangada virou depois de ser atingida por uma onda (Foto: Matheus Magalhães/Inter TV Cabugi)
Jangada virou na praia de Macarajaú em outubro
deste ano; mãe e filha morreram afogadas
(Foto: Matheus Magalhães/Inter TV Cabugi)
Fiscalização começa neste sábado (13) e segue até 15 de março de 2015.
Objetivo é minimizar acidentes náuticos e combater irregularidades.

Do G1 RN
Coordenada pela Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, a Marinha do Brasil dá início neste sábado (13) à Operação Verão. As fiscalizações têm o propósito de minimizar acidentes náuticos como o que aconteceu em outubro deste ano no litoral Norte do estado, quando mãe e filha, uma mulher de 31 anos e uma menina de apenas 2, morreram afogadas após uma jangada virar durante um passeio na praia de Maracajaú. A Capitania ainda investiga as causas do acidente.
O objetivo da operação também é combater irregularidades e infrações à Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário. A operação se estende até o dia 15 de março de 2015.
Segundo a assessoria de comunicação do 3º Distrito Naval, a operação conta com 100 militares e 10 embarcações, incluindo lancha, moto aquática e botes infláveis. As equipes de inspeção verificarão itens como: habilitação dos condutores; documentação das embarcações; material de salvatagem, como coletes e boias salva-vidas; extintores de incêndio; luzes de navegação; lotação; estado das embarcações; entre outros itens.
As vistorias ocorrem em toda a área de jurisdição, priorizando pontos com maior incidência de acidentes, como as praias de Pirangi, Maracajaú, Pipa, Lagoa do Bonfim, Lagoa de Extremoz, Barra do Cunhaú, Tibau, Tibau do Sul e Porto do Mangue.
G1/montedo.com
Skip to content