Escolha uma Página
Após acidente com mortes em Campanha, militares do Exército recebem alta
Dois hospitais do Sul de Minas receberam 23 militares. Dois devem permanecer internados nas instituições. Três homens morreram no acidente
Caminhão com militares tombou e deixou vítimas na Fernão Dias (Foto: Polícia Rodoviária Federal)
Acidente deixou três mortos (Imagem: PRF)
Cristiane Silva 
Receberam alta oito militares feridos em um grave acidente envolvendo caminhões do Exército e um veículo de carga na tarde de terça-feira na cidade de Campanha, Sul de Minas Gerais. Outros 13 devem sair do hospital ainda hoje. Três pessoas morreram.
O acidente aconteceu na BR-381, no sentido São Paulo-Belo Horizonte. Um caminhão carregado com papel higiênico diminuiu a velocidade, e acabou atingindo por um veículo do Exército. Logo em seguida, outro carro com militares também se envolveu na batida. Com o impacto, dois militares, um que estava na parte de trás do veículo e outro que estava na cabine no banco do carona, morreram na hora. Uma vítima foi socorrida, mas acabou morrendo a caminho do hospital.
Nesta quarta-feira, apenas dois militares devem permanecer internados. O Hospital Bom Pastor, em Varginha, recebeu 10 militares com idades entre 19 e 20 anos. Segundo a diretora administrativa da instituição, Cristina Lemos, oito receberam alta entre a noite passada e esta madrugada. Um jovem de 19 anos, identificado pelas iniciais W.C.S, permanece internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI), com quadro estável. Outro militar foi transferido para um hospital de Três Corações em um helicóptero. Conforme Cristina, a transferência foi realizada a pedido da Escola de Sargentos das Armas (EsSA) de Três Corações. O local era o destino dos militares, que vieram de Jundiaí, em São Paulo.

Leia também:

Acidente com caminhão do Exército deixa 3 mortos na Fernão Dias em MG

O Hospital São Sebastião, em Três Corações, recebeu 13 pessoas. Segundo o presidente do Hospital, Ivandro Mikhail Auad, os militares deram entrada com fraturas, luxações e outros ferimentos. Eles receberam atendimento médico e devem deixar o hospital ainda hoje.
Ambas as instituições médicas informaram que todas as suas equipes foram mobilizadas para atender as vítimas do acidente na tarde passada. Além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram empenhadas na ocorrência sete viaturas do Corpo de Bombeiros e a ambulância da concessionária que administra a rodovia. 
ESTADO DE MINAS/montedo.com
Skip to content