Escolha uma Página
Segundo Ministério da Defesa, cerca de 1,1 mil homens farão a segurança.
A operação começou às 0h deste domingo (20); leilão será na segunda (21).
Tropas ocupam área onde será leilão do pré-sal no Rio (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo)
Tropas ocupam área onde será leilão do pré-sal no Rio (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo)
Flávia Rodrigues
Do G1 Rio
Soldado do Exército reforça segurança em frente ao hotel onde será realizado o leilão de Libra, no Rio (Foto: Flávia Rodrigues/ G1)
Soldados enfrentam o calor com farda e
equipamentos (Foto: Flávia Rodrigues/ G1)
A assessoria de comunicação do Exército, informou, na tarde deste domingo (20), que o reforço na segurança do entorno do Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, onde será realizado o leilão do Campo de Libra do pré-sal, acontecerá de forma progressiva. Segundo o Coronel Roberto Itamar Cardoso, a ocupação visa diminuir o impacto na movimentação das pessoas e no trânsito de veículos na região.
“A previsão é que na manhã de segunda-feira (21), todo o contingente militar já estará ocupando todos os postos previstos. Homens da inteligência e câmeras da Cet-Rio estão monitorando áreas próximas ao hotel para alertar sobre formação de possíveis manifestações, garantindo a segurança pública na região”, afirmou o coronel.
Segundo o Ministério da Defesa, cerca de 1,1 mil homens trabalharão na segurança do leilão – entre Exército, Força Nacional, polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal.
Por volta das 15h, duas tropas ocupavam a calçada em frente ao hotel. Eram 30 soldados do exército, separados em dois grupos, munidos de armadas não letais. Para os vizinhos ao local, a presença dos militares é bem-vinda, diferente da opinião sobre os bloqueios no trânsito, que entrarão em vigor na segunda-feira (21).
“Normalmente, levamos cinco minutos a pé para chegar à praia. Com o fechamento da Rua Martinho de Mesquita para realização do leilão, em pleno feriado do Dia dos Comerciários, teremos que utilizar o carro, enfrentar o trânsito da Avenida das Américas, para conseguirmos chegar à orla”, reclamou o casal Sylene e Alexandre Fonseca.
Uma tropa do Exército está a postos em frente ao Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, onde ocorrerá, nesta segunda-feira (21), o leilão do Campo de Libra (Foto: Fabio Seixo/ Ag. O Globo)
Uma tropa do Exército está a postos em frente ao Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, onde ocorrerá, nesta segunda-feira (21), o leilão do Campo de Libra (Foto: Fabio Seixo/ Ag. O Globo)
A operação, que começou às 0h deste domingo, terminará às 24h desta segunda-feira (21) – dia do leilão. Em torno de 11h, cerca de 30 militares estavam munidos de escudos e armamento não letal no -local. Leia mais.
G1/montedo.com

Skip to content