Escolha uma Página
Soldado é preso por suspeita de roubar quartel em Pirassununga
Ele confessou o crime e disse que facilitou a entrada de outros envolvidos
Um soldado foi preso por suspeito de ter participado do roubo do depósito de armas de um quartel em Pirassununga, interior de São Paulo, no último domingo (1°). Ele confessou o crime e disse que facilitou a entrada dos outros suspeitos no local.
Cerca de 600 homens do Exército realizaram uma operação para recuperar o armamento. Mais de 3.000 cartuchos foram furtados e quase todo o material foi achado coberto por uma lona em um matagal do município de Porto Ferreira. Drogas e outras armas também foram apreendidas durante a ação.
O soldado faltou ao trabalho no dia do roubo. A polícia liga o crime a um triplo homicídio que ocorreu no mesmo dia. Três jovens foram mortos perto do local onde as munições foram encontradas. Duas das vítimas eram primos do soldado. O delegado que investiga o caso informou que pode ter ocorrido um desentendimento entre eles.
O militar preso foi o único que confessou a participação. Outros quatro soldados que trabalhavam no dia estão em prisão domiciliar e negam qualquer envolvimento. Os suspeitos pularam o muro dos fundos do quartel e fugiram com as munições em dois veículos.
R7/montedo.com
Skip to content