Escolha uma Página
A fragata brasileira União (F-45), que participou da missão de paz da ONU no Líbano, ficará dois dias nas Ilhas Canárias antes de retornar ao Brasil. Foto: Elvira Urquijo A./EFE
A fragata brasileira União (F-45), que participou da missão de paz da ONU no Líbano, ficará dois dias nas Ilhas Canárias antes de retornar ao Brasil – Foto: Elvira Urquijo A./EFE
A fragata brasileira União F-45 descansa por dois dias nas Ilhas Canárias antes de seguir sua viagem de volta ao Rio de Janeiro, após participar durante sete meses de uma missão de paz no Líbano.
O comandante, Ricardo Gomes, explicou, em entrevista coletiva em Las Palmas de Gran Canaria, onde o navio está atracado, que a embarcação participou, junto a outros oito navios, da Força Interina da Organização das Nações Unidas (ONU) no Líbano desde novembro de 2011.
Nesta missão de paz, a fragata União contribuiu em duas tarefas: evitar a entrada de armamento ilegal no Líbano e ajudar na formação do pessoal da Marinha libanesa.
Gomes destacou que o trabalho foi intenso, já que era necessário identificar todos os navios que transitavam pela área, onde o clima agora está um pouco mais tenso por causa dos conflitos na Síria. O comandante também acrescentou que a fragata participou há um mês na captura de uma embarcação que entrou no Líbano com armamento ilegal.
A tripulação da fragata, composta por 244 homens, aproveitará a escala na Espanha para descansar. Após sua partida, na próxima segunda-feira, a previsão é que a embarcação chegue ao Brasil em 7 de julho, primeiro, no porto de Recife e, finalmente, no Rio de Janeiro.
Sobre a próxima missão do navio, Gomes infomou que será na África do Sul, em colaboração com o exército do país e da Índia, e terá como objetivo reforçar a interoperabilidade de suas respectivas forças armadas.
EFE, via Terra/montedo.com
Skip to content