Escolha uma Página

Mais uma
Cabide de empregos

Lauro Jardim
Depois de pedir investigação (Leia mais em Na mira do TCU) sobre o luxuoso edifício que está sendo construído beneficiando um seleto grupo de generais, o procurador-geral do TCU, Lucas Furtado, enviou à Corte uma nova representação contra a Fundação Habitacional do Exército.

Leia também:

Sob a desconfiança que ela está sendo usada como cabide de empregos para oficiais e seus parentes, Furtado quer que o TCU abra uma investigação para entender por que a nomeação dos diretores não está sendo feita pelo presidente da República e as contratações através de concursos públicos, conforme determina a lei que autorizou a criação da Fundação.
Skip to content