Escolha uma Página
A prisão de Marcos Rezende subtenente do Exército Brasileiro aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (11) em Porto Velho. Marcos esta sendo acusado de cometer crime de deserção.
O subtenente natural do estado do Rio de Janeiro tentou carreira política em Rondônia, onde chegou a se candidatar a vaga de deputado estadual. Rezende e exerceu neste estado diversos cargos publico,em um deles foi nomeado como assessor jurídico da SESDEC (Secretaria de Estado, Defesa e Cidadania).
Depois de passar por exames de corpo delito no Hospital de Guarnição, o sub-tenente foi levado para a 17ª Brigada de Infantaria e Selva e se encontra detido. Um pedido de habeas Corpus foi pedido pelo advogado do mesmo junto a Justiça Federal. O pedido esta em analise.
Fontes garantem que a prisão de Marcos se trata de uma perseguição contra o mesmo. Para se ter uma idéia, declararam o advogado, que detem cargo público como estando em “local incerto e não sabido”. Uma falha gritante, que leva a crer em “armação” que lembra os tempos da ditadura.

Rondoniaovivo, via A Pérola do Mamoré/montedo.com

Ex-assessor da Sesdec já havia pedido HC preventivo

O ex-assessor da Sesdec, Marcos Rezende, preso nesta sexta-feira por soldados do Exército, já havia feito pedido de Habeas Corpus preventivo na Justiça Federal por supostas perseguições por parte de militares locais. Agora, seus advogados já recorreram novamente a Justiça para tentar garantir a sua soltura. No Habeas Corpus é citado abuso de poder.

Rondoniagora/montedo.com


Exército esclarece prisão de ex-assessor da Sesdec por deserção
A 17a Brigada de Infantaria de Selva divulgou, neste sexta-feira, nota à imprensa na qual explica a prisão de Marcus David Gomes de Rezende, subtenente do Exérctio e ex-assessor da Secretaria de Justiça, Defesa e Cidadania de Rondônia (Sesdec). Leia a nota:

A propósito da prisão do Subtenente do Exército Brasileiro, MARCUS DAVID GOMES DE REZENDE no dia 11 de maio de 2012, o Comando da 17ª Brigada de Infantaria de Selva vem a público esclarecer o que se segue:
O subtenente Marcus David Gomes de Resende foi preso por ter descumprido o Acordão com Força Executória do Tribunal Regional Federal/1ªRegião, datado de 14 de março de 2012, que foi publicado na Imprensa Nacional em 20 de abril de 2012, o qual determinou a apresentação desse militar no quartel do Hospital de Guarnição de Porto Velho, Organização Militar a que está vinculado.
Foram envidados esforços no sentido de sensibilizar o Subtenente Marcus Resende a se apresentar no Hospital de Guarnição de Porto Velho, antes que se consumasse o crime de deserção.
Desde o dia 5 de maio de 2012, o Subtenente Marcus Resende passou a infringir o Art 187, do Código Penal Militar (deserção), o que levou a execução de sua prisão, por força da Lei e por tratar-se de um crime militar próprio.
PORTO VELHO – RO, 11 de maio de 2012.
JONH DAVYS BEZERRA DANTAS – Major
Chefe da Seção de Comunicação Social da 17ª Bda Inf Sl

Estadãoweb/montedo.com

Skip to content