Escolha uma Página
Coreia do Norte reconhece fracasso de lançamento de seu satélite
Rede estatal de TV afirma que cientistas averiguam motivo de fracasso.
Foguete caiu no Mar Amarelo pouco mais de um minuto após sua partida.
Sul-coreanos observam simulação do lançamento do foguete da Coreia Norte na TV em uma estação de metrô de Seul. (Foto: AFP Photo)
A Coreia do Norte reconheceu que o foguete de longo alcance Unha-3, que lançou nesta sexta-feira (13) no horário local desde a base de Tongchang-ri, no norte do país, fracassou ao não alcançar seu objetivo de pôr um satélite em órbita.
Segundo a televisão estatal norte-coreana, a KCTV, o satélite “não entrou em órbita, e cientistas, técnicos e especialistas norte-coreanos averiguam o motivo do fracasso”.
Trata-se da primeira vez em que o regime comunista reconhece um fracasso em sua tentativa de lançar um satélite ao espaço.
A Coreia do Norte havia definido como um sucesso seus dois lançamentos anteriores, em 1998 e 2009, apesar de especialistas internacionais terem assegurado então que os satélites norte-coreanos nunca chegaram a entrar em órbita.
Após o lançamento, que aconteceu às 7h38 locais (19h38 de Brasília), Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão asseguraram que o lançamento fracassara depois de o projétil ter se precipitado no Mar Amarelo pouco mais de um minuto após sua partida.
Segundo estes países, o foguete de 91 toneladas e longitude de 30 metros teria caído na água a cerca de 150 km da cidade portuária sul-coreana de Gunsan, depois de sofrer um problema quando a primeira parte deveria separar-se do restante da estrutura.
Uma autoridade militar sul-coreana explicou que o foguete se desmembrou em cerca de 20 pedaços após alcançar uma altitude máxima aproximada de 151 km.
O governo da Coreia do Sul qualificou o lançamento como “uma provocação” que viola a resolução 1874 da ONU, que exige a renúncia de Pyongyang a todos os testes que utilizem tecnologia de mísseis balísticos.

Leia também:
Com receio de míssil norte-coreano, Japão envia destróier ao sul do país

Japão aciona sistema antimíssil contra foguete norte-coreano

G8 condena
O G8 condenou o lançamento afirmando que adotará as “ações apropriadas” no Conselho de Segurança da ONU.
Os chanceleres do Grupo dos Oito, reunidos nesta quinta-feira em Washington, assinalaram que o lançamento norte-coreano “mina a estabilidade e a paz regional”.
G1/montedo.com
Skip to content