Escolha uma Página
O presidente do Haiti, Michel Martelly, propôs restaurar o Exército do país, que foi desmembrado em 1995.
Ele afirma que chegou a hora de o país defender as suas fronteiras e ter suas próprias Forças Armadas e que, com isso, jovens poderiam ter empregos garantidos.
A ideia seria substituir as tropas da ONU que estão no país e que são comandadas pelo Brasil. As forças brasileiras começarão a ser retiradas em março deste ano.
Mas críticos à proposta questionam a necessidade de restabelecer uma instituição associada às ditaduras do país no passado.
Alheios à polêmica, cerca de 200 jovens aspirantes compraram seus próprios uniformes e realizam treinamentos regulares – com armas imaginárias – para estarem prontos no momento em que o país decidir restaurar seu Exército.
Skip to content