Escolha uma Página
Medalhas, medalhas, medalhas
O Ministério da Defesa entrega, dia 15, a Ordem do Mérito da Defesa a uma vasta lista de agraciados. Entre eles, quase todos os líderes do Congresso.
A medalha, segundo o site da pasta, “tem por finalidade premiar as personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, que prestaram relevantes serviços às Forças Armadas”. Os agraciados são escolhidos por uma comissão da própria pasta formada por nove integrantes.
Segundo o ministério, os líderes foram selecionados porque são parlamentares que defendem – só que os interesses da pasta. Alguns integram a Frente Parlamentar da Defesa Nacional.
E essa, digamos, “estratégia de defesa” em meio ao cobertor curto do Orçamento da União dá resultado.
Em 2012, o orçamento da Defesa, depois de sofrer com o ajuste fiscal de 2011, conseguiu um aumento de 5,8%. São R$ 16,05 bilhões. Se não houver contingenciamento, recupera lá seus R$ 4,3 bilhões que ficaram trancados no cofre em nome da crise financeira mundial e do combate à inflação.
Poder Online/montedo.com
Skip to content